3 maneiras de ter um negócio mais inovador

Quais são os diferentes tipos de inovação?Respondido por Lourenço Bustani, especialista em inovação

Inovar é antes de mais nada uma questão de concepção. Na Mandalah, consideramos inovador tudo aquilo que melhora a vida das pessoas e traz prosperidade para a sociedade, o planeta e as organizações. No contexto de mercado, aplicamos esse propósito em produtos, serviços, estratégias, experiências, conceitos, modelos mentais e cultura, sempre centrados no ser humano e na geração de um valor que possa ser compartilhado. Destaco algumas dessas inovações abaixo:

1. ProdutosSem abrir mão do design e praticidade, é possível desenvolver produtos que exijam pouca extração de matéria-prima, distribuídos com estratégia de logística reversa, comercializados de forma transparente e não impositiva (reconhecendo seu papel na vida das pessoas). E, que levem a um consumo saudável, consciente e que ofereçam serviços de descartabilidade para reaproveitamento. 

2. Modelo mentalPor muito tempo as empresas cresceram em detrimento de alguém ou alguma coisa. Modelos centrados única e exclusivamente no lucro acabaram, muitas vezes, por destruir recursos naturais e causaram impactos negativos na sociedade. Soa no mínimo incoerente dizer isso, já que deveria ser regra, mas adotar um novo modelo que contemple métricas como felicidade, vidas mudadas para melhor, longevidade no mercado e respeito ao meio ambiente se mostra hoje extremamente inovador. 

3. LinguagemÉ preciso que as empresas sejam simples, verdadeiras, humildes e sobretudo humanas na relação com as pessoas. Afinal, cidadãos não são apenas mais um número em uma planilha. O primeiro passo para isso é abandonar os chavões do mercado, que falam tudo e não dizem nada na tentativa de mascarar as reais características dos produtos e serviços comercializados.

 

Whole Foods Market: exemplo de inovação do modelo mental

 FONTE:  Camila Lam para Exame

LINK:  http://exame.abril.com.br/pme/dicas-de-especialista/noticias/3-maneiras-de-ter-um-negocio-mais-inovador