A Luta do Século: Logotipo x Logomarca

A maior discussão da história do Design Brasileiro já a muito virara um bate-boca e agora chega às vias de fato, no novo livro da 2AB Editora, que será lançado no NDesign – maior evento para estudantes de design do país.

Das distantes origens que mesclam influências da corte portuguesa, manifestações artísticas populares e escolas alemãs até o cenário cada vez mais globalizado das últimas décadas, poucas coisas no universo do design gráfico nacional são tão originais como a discussão Logotipo versus Logomarca: qual dos dois termos é o correto?

Não há estudante, profissional ou professor de design brasileiro que não tenha se deparado com esta questão em salas de aula, encontros de design ou pelas seções de cartas e comentários de publicações impressas e digitais.

Durante o lançamento da marca dos Jogos Olímpicos Rio 2016, mais uma vez a discussão voltou à tona entre os designers de todo o país. Foi aí que o editor da 2AB, Vítor Barreto, viu a necessidade de “botar ordem” nesta questão. “Como cada veículo de comunicação utiliza um termo diferente, ou mesmo os dois, simultaneamente, a reação das pessoas é discutir e debater, muitas vezes agressivamente e sem critério algum, repetindo o que escutam. Então tive a ideia de fazer um livro para que todos possam entender e até mesmo ter base para defender um termo ou outro”, esclarece.

Organizado pelo designer Bruno Porto (autor de ‘Vende-se Design’ e ‘Memórias Tipográficas’, publicados pela 2AB Editora), o livro “Logotipo Versus Logomarca: A Luta do Século” reúne escritos inéditos e já publicados de cinco especialistas em design, branding, publicidade e comunicação sobre o tema. E o objetivo não é esgotar a discussão, mas fornecer elementos para que esta seja embasada, ampliada, questionada e até mesmo resolvida.

Além de Bruno Porto, os designers André Stolarski e Guilherme Sebastiany, o publicitário Newton Cesar e o jornalista e gestor de comunicação Luis Marcelo Mendes analisam e comentam, em cinco “rounds”, os mais diversos argumentos sobre esta interminável briga. O bem humorado projeto gráfico do livro remete aos tradicionais embates de pugilismo, com ilustrações do também designer Renato Faccini.

O livro é dirigido principalmente a estudantes e professores de design, embora deva ser lido também por profissionais atuantes nas áreas de identidade visual, branding, direção de arte e comunicação, inclusive jornalistas e assessores de imprensa.

O livro pode ser adquirido no site da editora 2AB neste link.