ADG abre a 8ª Bienal Brasileira de Design Gráfico

Aberta no dia 20 de junho, no Memorial da América Latina, a bienal da Associação de Designers Gráficos do Brasil fica disponível para visitação até 23 de julho de 2006. No lugar de apresentar os trabalhos por categorias, a mostra está dividida por núcleos de tendências, organizados por uma curadoria composta pelos designers André Stolarski, Bruno Porto, Fernanda Martins e Marco Aurélio Kato.Na nova proposta, os núcleos da exposição são formados por 12 diferentes temas, conforme as vertentes detectadas pelos curadores: Renovando o mercado; Ampliando o moderno; Rearticulando objetos; Investigando o Brasil; Reinventando o Clássico; Explorando a Informalidade; Mergulhando no Pop; Aumentando o corpo; Trabalhando com a apropriação; Acumulando signos; Provocando o receptor; e Pensando o Design. Os nomes dos núcleos procuram responder à pergunta: O que o design brasileiro está fazendo na 8ª Bienal Brasileira de Design Gráfico?.Realizada há 16 anos pela ADG Brasil, esta edição da Bienal contou com 2.306 trabalhos inscritos, oriundos de todas as regiões do País, entre os quais 309 foram selecionados para esta mostra que acontece no Memorial da América Latina, em São Paulo, e deve seguir itinerante por outras cidades do país até 2008. O evento que homenageia o pioneirismo do designer gráfico paulista Ruben Martins, morto em 1968 aos 39 anos conta ainda com diversas atividades paralelas como debates, palestras, workshops e mostras. A programação pode ser conferida em www.adg.org.br .Serviço8ª Bienal Brasileira de Design GráficoAté 23 de julho de 2006, de terça a domingo, das 9h às 18h Entrada francaMemorial da América Latina Galeria Marta Traba Av. Mário de Andrade, 664 – Barra FundaEstação Metrô Barra FundaInformações pelo telefone 11.3823-4600www.memorial.org.br www.adg.org.br

Tags: