Anunciado o resultado do “Prêmio Sebrae Rondônia – design de móveis mais com menos madeira”

O carioca Bernardo Senna é o grande vencedor do prêmio de
design “Sebrae Rondônia 2005 – Design de Mobiliário mais com menos
madeira”. O resultado foi anunciado na semana passada, depois de avaliação de
uma comissão julgadora composta por cinco profissionais: Amilton Arruda
(designer), Monica Canizares (arquiteta e representante do Sebrae-RO), Riccardo
Zarino (designer e representante Cried), Roberta Cosulich (designer de São
Paulo) e Fabio Falanghe (designer e empresário).Foram analisados 57
projetos inscritos. Senna vai ganhar como prêmio uma viagem para Milão, na
Itália, durante a realização do Salão Internacional do Móvel, em abril
deste ano. Ele obteve a maior pontuação entre os 57 inscritos graças
ao projeto “Mesa Xilo e Cadeira Senso”. O segundo colocado é Max de
Almeida Tango, de São Paulo, autor da “Cadeira Web”. Em terceiro
ficou Humberto Alves Soares de Melo, de Goiânia. Ele criou o projeto
“Mesa de Centro Lysis”. Ambos receberão como prêmio uma viagem para Bento
Gonçalves durante o Salão Design MóvelSul, em março. De acordo com
Amilton Arruda, presidente da comissão julgadora, a qualidade e
pontuação elevada de alguns projetos fizeram com que todos os cinco
integrantes da comissão decidissem conceder três menções honrosas,
valorizando a inovação, ousadia e qualidade dos trabalhos. A primeira menção é
de Antonio Vespoli Neto, de São Paulo, pelo trabalho “Pastilha Arvore”.
O segundo destaque será dado a Ana Paula de Souza Nascimento, de
Niterói. A terceira menção honrosa cabe a Fabio Toshio Ueno, da cidade de
Santos, pelo trabalho “Cadeira TarTarugo”.A comissão levou em conta seis
critérios de avaliação: Qualidade estético-formal, Conteúdo
inovador, Funcionalidade, Aspecto ambiental, Facilidade de transporte
e Produção em escala industrial. A data da premiação ainda não foi
confirmada, mas a cerimônia deve acontecer até 15 de março. A
organização ainda não tinha disponível as fotos dos projetos – os 30 mais
bem avaliados ficarão disponíveis para consulta dos interessados nos
sites do Sebrae (www.ro.sebrae.com.br)
e Cetene (www.cetene.org.br).Para
Arruda, a origem dos projetos sinaliza que o prêmio teve uma
participação nacional. Chegaram inscrições de 14 estados
da federação e também do Distrito Federal. Segundo ele, o concurso –
realizado pela primeira vez – atingiu os objetivos. “Tivemos excelentes
trabalhos ao ponto da comissão indicar três menções honrosas”, afirma.

Tags: