Brasil leva Ouro em PR e 7 Leões em Design

Fonte ADNEWS

O Cannes Lions começou para valer para os brasileiros. Na última segunda-feira (20), o mercado já comemorava o bom desempenho do país em Print & Publishing (antiga Print), com 14 Leões. O Brasil também marcou presença entre os premiados em Promo & Activation, Direct e Radio (confira aqui).

"Doll", Case Da FCB Brasil Para Nivea, Premiado Com Ouro Em PR (Reprodução)

“Doll”, Case Da FCB Brasil Para Nivea, Premiado Com Ouro Em PR (Reprodução)

Nesta terça-feira (21) o Festival continua a todo vapor no Palais e os Leões continuam sendo distribuídos para os trabalhos mais criativos do mundo. Foram divulgados os premiados nas categorias Digital Craft, Design, Product Design, Creative Efetiveness e PR. Alguns cases brasileiros foram coroados, exceto em Product Design e Creative Efetiveness, em que o país não foi contemplado com nenhum prêmio. O GP de Product foi para “Jacquard”, do Google Creative Lab London para Google. Creative Efetiveness, por sua vez, premiou o filme “Monty’s Christmas”, GP de Film Craft de 2015.

Em PR, um case conhecido de “outros carnavais” continuou brilhante. Já premiado na edição anterior do festival, Doll, trabalho da FCB Brasil para a Nívea, foi contempplado com um Leão de ouro. Na mesma categoria, Ogilvy e W3haus levaram bronze com peças os Jogos Olímpicos 2016 e a ONG Criola, respectivamente. O GP foi para a Forsman & Bodenfors, com o case The Organic Effect, trabalho desenvolvido para a Coop.

Em Design, o país conquistou 7 Leões. “Braille Bricks”, da Lew’Lara\TBWA para a Fundação Dorina Nowill, ficou com Prata, enquanto outros seis Bronze foram distribuídos entre AlmapBBDO, Africa e JWT. O Japão levou o GP da categoria para casa graças ao trabalho “Life is Electric”, da Dentsu para Panasonic.

A categoria Digital Craft rendeu apenas um Leão para o Brasil em sua estréia na competição. Quem traz para casa o prêmio para casa é a AlmapBBDO, com “Infinitas Possibilidades”, trabalho para a Getty Images. Lew’Lara e AKQA chegaram à final mas não conquistaram nenhum troféu. Os franceses da 84.Paris foram coroados com o GP pelo projeto “Because Recolletion”.