Business Week aponta curso brasileiro como uma das 30 melhores pós que aliam design e negócios

Um curso de especialização em Design Emocional, oferecido pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), em Curitiba (PR), acaba de ser considerado um dos 30 melhores programas de pós-graduação que relacionam o chamado design thinking e negócios. A eleição foi promovida pela revista americana Business Week, uma das publicações internacionais mais expressivas na área de economia.

Um curso de especialização em Design Emocional, oferecido pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), em Curitiba (PR), acaba de ser considerado um dos 30 melhores programas de pós-graduação que relacionam o chamado design thinking e negócios. A eleição foi promovida pela revista americana Business Week, uma das publicações internacionais mais expressivas na área de economia.

Criado em 2008, o curso da PUCPR trata dos aspectos emocionais que afetam o design de produto, analisados sob o enfoque filosófico, psicológico, sociológico, perceptivo, cognitivo, semântico, ético, entre outros. Entre as disciplinas estãotemas como usabilidade, tendências de habitação, estética, ecodesign.

De acordo com Julio Bertola, gerente do Centro de Design da Electrolux, o curso foi originado a partir de uma necessidade de treinamento da equipe interna em design emocional.

“Havia forte demanda para desenvolver melhores produtos com foco da experiência do usuário. Dando uma olhada nos treinamentos no Brasil chegamos à conclusão que seria muito difícil encontrar desenvolvimento no tema design emocional para designers já formados. Então pedimos a diversas universidades em Curitiba, onde está nossa unidade, para desenvolver um programa com professores e consultores brasileiros, com disciplinas que atendessem às nossas necessidades. Selecionamos a PUCPR por sua resposta rápida à nossa demanda, pela qualidade dos professores e por sua reputação de escola para a graduação e a pós-graduação de design”, explicou Bertola em mensagem de e-mail, comemorando o reconhecimento internacional da iniciativa.

Segundo Bertola, o programa do curso coordenado pela professora doutora Virgínia Kistmann foi desenvolvido sob medida para a equipe de design da Electrolux, formada por design de produto, interação e design gráfico. “Muitos dos nossos integrantes do Design Center se mostraram interessados, incluindo gerentes e alguns designers senior, e foram estes que deram forma ao programa”.

A revista justifica a escolha. De acordo com a publicação, o curso ajuda a ensinar um outro lado dos negócios, mais soft, a executivos de companhias como a Electrolux, a Volvo e a Whirlpool do Brasil empresa que detém a marca Brastemp.

A lista complete dos cursos escolhidos pode ser conferida no link da Business Week.

Tags: