“Cadeira útero” feita com material reciclado é refúgio para vida agitada

Imagine aqueles dias em que o cansaço é tão grande, que parece impossível aguentar momentos simples do cotidiano, como ouvir o telefone tocar, por exemplo. Quem nunca passou por isso? A boa notícia é que não é mais preciso se preocupar com o que fazer nessas horas, pois a artista e designer Freyja Sewell criou a “cadeira útero”, para que as pessoas possam se recolher.

Criada a partir de feltro de lã, com almofadas recheadas de fibras de lãs recicladas, a cadeira Hush envolve o corpo por completo e também pode se transformar em um assento tradicional (mais aberto). Em seu formato fechado, o produto propõe proporcionar às pessoas um retiro pessoal, uma fuga em um lugar escuro, tranquilo e natural.

Segundo Freyja, a criação da cadeira é uma maneira de permitir que as pessoas coexistam de maneira confortável em ambientes densamente povoados. “O útero representa para mim um lugar morno e aconchegante, para contemplação e descanso”, afirmou a designer, em seu website.

“Existem hoje 21 cidades com população acima de 10 milhões de pessoas, e já se prevê que haverá muito mais no futuro. Os preços de imóveis em elevação e a falta de espaço estão levando cada vez mais pessoas a buscar alternativas para a compra da própria moradia, como dividir o quarto com um parceiro, irmão ou amigo. É essencial continuar a desenvolver novas maneiras de descanso”, completou Freyja.

Freyja Sewell atua como designer residente no Museu do Design, em Londres (Inglaterra).

Tags: