Caixa Cultural inaugura no Rio exposição “Diálogo concreto – Design e Construtivismo no Brasil”

Obras de nomes como Alexandre Wollner, Lygia Pape e Geraldo de Barros são algumas das atrações da exposição “Diálogo concreto Design e Construtivismo no Brasil”, aberta nesta terça-feira (25 de março) na galeria 3 da Caixa Cultural do Rio de Janeiro. Com curadoria de Daniela Name, a mostra exibe trabalhos de designers e artistas plásticos brasileiros que, em seus trabalhos de design, nas décadas de 1950 e 1960, aplicaram os princípios visuais, estéticos e conceituais do construtivismo.Um dos destaques da exposição é o trabalho de Alexandre Wollner aparece para cartazes da Bienal de São Paulo, da mostra de cinema e, ainda, o da embalagem para as Sardinhas Coqueiro (1958), que inclui tanto o estudo para a identidade visual como a sua aplicação nas latas. Os jogos óticos criados por Lygia Pape para os biscoitos e massas Piraquê (imagem acima) também estão em exposição, que fica aberta até o dia 27 de abril.”Diálogo concreto Design e Construtivismo no Brasil” apresenta obras de Abraham Palatnik, Almir Mavignier, Aluisio Carvão, Amilcar de Castro, Antonio Maluf, Geraldo de Barros, Mary Vieira, Willys de Castro e Lygia Clark.A Caixa Cultural Rio fica aberta de terça a domingo, das 10h às 22h, na Avenida Almirante Barroso 25, no Centro (ao lado da estação Carioca do Metrô). Mais informações pelos telefones (21) 2544 4080 e (21) 2544 7666 ou pelo site www.caixacultural.com.br . A entrada é franca.

Tags: