Criador do logo da Rede Globo, Hans Donner fala de design e processo de criação no interior do Paraná

Com a palestra intitulada ‘Um Encontro com o Design de Maior Audiência do Planeta’, Hans Donner se apresentou na última sexta-feira, dia 15, na IV Feira Casa & Construção de Pato Branco, interior do Paraná. Traçando um paralelo da sua carreira, o designer, responsável pela identidade visual da Rede Globo, mostrou como revolucionou a linguagem áudio-visual da televisão brasileira, elencando  projetos que o tornaram referência também em outras áreas. A palestra foi assistida por cerca de 600 pessoas.

Mais que relatar como chegou à Globo, vindo da Áustria há 36 anos, Hans Donner mostrou porque é considerado um profissional à frente do seu tempo.  Relembrando, inicialmente, vinhetas e aberturas de novelas e programas levados para milhares de lares brasileiros, mostrou como usou tecnologia e inovação nas suas criações.  “Meus primeiros trabalhos, ainda na faculdade, já foram baseados na bola, a forma mais perfeita que existe. E assim criei a esfera tridimensional da Rede Globo, num lenço de papel, dentro de um avião”, revelou o designer, que trouxe a tecnologia 3D para o Brasil na década de 1970. 

“No encontro da minha vida com o Brasil, com o povo brasileiro, pude me inspirar e unir meu design europeu com os elementos brasileiros: a beleza da mulher e da natureza”. Hans Donner materializou essa afirmação apresentando dezenas de trabalhos com referências às cores da bandeira brasileira, levados por ele a vários países.  “Sempre consegui surpreender lá fora. Eu pude mostrar para o mundo que o Brasil é muito mais que as imagens que retratavam o nosso país lá fora”, enfatizou.

Unindo a ‘bola’ e o ‘tempo’, o designer segue surpreendendo e inovando, consolidando-se como referência. Hans Donner criou o Timension, uma nova concepção do tempo, sincronizada com a era digital.  “Tudo o que o homem faz tem tempo. Mas a minha missão é trazer uma mudança para a humanidade, que vai permanecer nos próximos milênios. Mudança que tem a ver com a bola, mas tem a ver com tempo. Porque eu vou trazer uma nova forma de ver o tempo”, salientou.

                                                       Hans Donner O austríaco Hans Donner, designer vanguarda, responsável pelo logo da Rede Globo

Por mais de uma hora e meia, Hans Donner mostrou sua versatilidade enquanto profissional e apresentou, ainda, projetos arquitetônicos e de móveis. E através da indústria moveleira, o designer retratará o Brasil durante a Copa do Mundo de 2014, retomando a fabricação de móveis projetados por ele na década de 1980, mas que não ganharam mercado porque também estavam ‘à frente da época’.

“O público não conseguia assimilar, era 20 anos atrás no futuro. Agora, com a Copa, as cores do Brasil irão para dentro dos móveis. Nós ganhamos uma vitrine de bilhões de pessoas e teremos a possibilidade de mostrar aos visitantes o que o Brasil tem de melhor”, adiantou Hans Donner.

O gerente da Regional Sudoeste do Sebrae/PR, Joailson Agostinho, ressaltou, entre outros aspectos do evento, a participação e pontos refletidos pelo palestrante na questão da brasilidade e oportunidade que o País tem com a Copa do Mundo. “Hans Donner mostrou, na sua história, que o processo de criação que o destacou aconteceu pela simplicidade, no detalhe e pela observação da gente brasileira”, contou. Para o gerente do Sebrae/PR, o que foi apresentado pode servir de referência, tanto para estudantes e profissionais de arquitetura e design, quanto para empreendedores que participaram da palestra-magna.

A Feira Casa & Construção 2011 foi realizada de 12 a 16 de abril e levou para o Parque de Exposições de Pato Branco  mais de 35 mil visitantes. O evento setorial foi uma realização da Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco (ACEPB), do Sebrae/PR, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, da Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos de Pato Branco – AREA-PB e CRECI – Paraná. A Casa & Construção contou ainda com o apoio do Sindicomércio, da UTFPR e da Faculdade Mater Dei, além do patrocínio da Prefeitura de Pato Branco, da Caixa Econômica Federal e do Grupo Diário.

*Fonte: Jornal Novo Tempo

1 Comentário

  1. [email protected] disse:

    Uma pequena contribuição. O correto, já que se deseja criar uma corruptela para a palavra “logotipo”, é “o logo”, e não “a logo”. Abraços.