Curitiba é finalista do projeto Capital Mundial do Design

O ICSID – Conselho Internacional das Sociedades de Design Industrial (International Council of Societies of Industrial Design) divulgou essa semana que Curitiba é finalista para receber o título de Capital Mundial do Design em 2018. A capital paranaense concorre com a Cidade do México e, de acordo com a organização, a vencedora será conhecida em outubro de 2015. Ambas foram avaliadas pela Comissão de Seleção do projeto composta de especialistas internacionais nas áreas de design, planejamento urbano e econômico e desenvolvimento social.

A Capital Mundial do Design é um projeto de promoção da cidade pelo design. Realizado a cada dois anos pelo ICSID, procura destacar as conquistas das cidades que estão se apropriando do design como uma ferramenta para melhorar o desenvolvimento econômico, social e cultural. Trata-se de um ano de programação intensa com eventos e ações relacionadas ao design e que deverão deixar um legado para a cidade. Por meio desse programa, o ICSID tem como objetivo reconhecer as cidades inovadoras por meio do uso do design como uma ferramenta eficaz para o desenvolvimento social, cultural, ambiental e econômico.

A cidade escolhida deve ser inovadora e impulsionar o desenvolvimento urbano por meio do design, e utilizar o design como uma ferramenta de desenvolvimento econômico e social. Será uma cidade líder, cujo objetivo deverá ser participar de uma rede internacional de design de cidades eficientes e se esforçar para compartilhar as melhores práticas e estratégias para o mundo.

“Por 50 anos, Curitiba tem sido líder em projetos distintos em áreas de planejamento urbano, mobilidade, e design, bem como a preservação ambiental, sustentabilidade e qualidade de vida”, disse o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet. “É hora de Curitiba consolidar-se como um pólo de design, conectando os vários segmentos relacionados ao design, a fim de recompensar projetos inovadores que melhoram a qualidade do ambiente urbano e vida das pessoas,” destaca o prefeito.

De acordo com a Letícia Castro, Diretora Executiva do Centro Brasil Design – instituição especializada em idealizar, desenvolver e implementar projetos estratégicos e processos de design para a indústria e órgãos governamentais com o objetivo de melhorar a competitividade e o desenvolvimento econômico e social do Brasil – Curitiba tem muito a ganhar com esse título. “A cidade tem potencial para ser vencedora. Com isso, Curitiba vai atrair investimentos e pessoas criativas, além da visibilidade como centro de inovação”, comenta.

As cidades detentoras do título Capital Mundial do Design em outros anos foram Torino, em 2008, Seoul, em 2010, Helsinki, em 2012 e Cape Town, em 2014. Em 2016 o projeto será em Taipei.

transporte