Design de Interiores como estratégia

Soluções de ambientes arrojados e que saltam aos olhos, essas são as características que podem ser vistas em vários hotéis no Brasil e ao redor do mundo nos últimos tempos.

Estabelecimentos que usam como estratégia de diferenciação o investimento em um projeto profissional de design de interiores para atrair o público. Chama atenção o fato de não serem apenas os hotéis de luxo ou boutique a investirem no design.

Os albergues (ou hostels) também tem adotado essa estratégia para atrair hóspedes exigentes nos quesitos qualidade e estética, e que no entanto, não estão dispostos a pagar grandes somas em uma diária.

Na Europa são tantos exemplos, que fica difícil até de escolher. O ambiente bem projetado, tendo em vista o público do hotel, amplia a experiência de uma viagem.

E em uma sociedade de hiperconsumo como a nossa, segundo o filósofo Gilles Lipovetsky, as experiências vão ganhar ainda mais espaço na lista de desejos dos consumidores.

No Brasil ainda são poucas as opções, o que para os empresários do setor hoteleiro pode ser uma oportunidade.

No entanto, já pode-se achar alguns albergues explorando o design como diferencial no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Empresas que já perceberam que na busca por conquistar o consumidor, é preciso ir além dos tradicionais “bom atendimento e qualidade” escritos num cartaz na recepção.

Veja também