Design Export amplia atuação no Nordeste

Fonte : Assessoria

O Design Export, programa inédito que apoia empresas brasileiras no desenvolvimento de produtos inovadores e com design diferenciado voltados à exportação, agora ampliou sua atuação na região Nordeste.  Realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e pelo Centro Brasil Design, o objetivo do programa é levar para a indústria nacional uma metodologia simples, didática e objetiva que orienta a empresa a inserir a inovação como parte do processo de desenvolvimento de novos produtos, utilizando o design como uma das ferramentas.

Para essa ampliação, foi realizada uma parceria com o Centro Pernambucano de Design. A ideia é estender a atuação do programa no país, uma vez que a maioria das empresas atendidas até agora estava concentrada no Sul e Sudeste. Ao todo, 21 empresas serão contempladas no Nordeste – além de dez novas empresas no Sul e Sudeste.

imagem banner quadrada1

Em 2013, 100 empresas foram sensibilizadas com os conceitos de design e inovação. A meta do programa é contar com 70 inovações em produtos e serviços até 2015. Para isso, foi criada uma equipe de experts em design para realizar consultorias e capacitações.

A iniciativa funciona como uma ponte entre os empresários e os profissionais do design. As empresas participantes são capacitadas de forma a o identificar os escritórios de design mais adequados às suas necessidades e têm acesso a recursos financeiros para a contratação do serviço. O programa também prevê a realização de palestras sobre conceitos de design e inovação e a disponibilização de ferramentas de acompanhamento e atendimento online. Os participantes ainda contam com uma ampla divulgação na mídia, garantindo visibilidade aos cases lançados. Para os empresários, o programa é a oportunidade de participar de um grupo seleto de empresas inovadoras.

O programa faz parte das iniciativas da Apex-Brasil destinadas a estimular as empresas brasileiras a investirem na inovação, no design e na sustentabilidade para aumentar a competitividade de seus produtos.  “A Agência trabalha para que as empresas brasileiras desenvolvam seus produtos e serviços, por meio da agregação de valor e da incorporação do design e da inovação. Para nós, essas são ferramentas essenciais para a diferenciação no mercado internacional”, afirma Mauricio Borges, presidente da Apex-Brasil.

A diretora executiva do Centro Brasil Design, Letícia Castro Gaziri, explica que a organização tem um histórico de resultados positivos aplicando uma metodologia própria em programas de estímulo ao design.  “Nossa meta é ajudar no desenvolvimento da inovação e orientar as empresas a utilizarem o design como ferramenta estratégica para os negócios. O propósito maior de um programa de design para o Brasil é o entendimento de que nosso país precisa vender para o mundo o que ele tem de mais valoroso: sua cultura, pluralidade, diversidade e criatividade”, afirma.

O primeiro produto foi lançado em setembro de 2013 – o EVO, um kit instrumental destinado à cirurgia odontológica, que possui todas as ferramentas necessárias para auxiliar o cirurgião dentista no processo de implantodontia e outros procedimentos. O produto é da empresa paranaense Signo Vinces, que escolheu o escritório de design Dangelo Di e já apresenta ótimos resultados – o custo de fabricação do produto caiu 43% em relação ao kit anterior.

O Design Export foi direcionado, nesta primeira edição, às empresas participantes dos projetos de promoção de exportações realizados pela Apex-Brasil em parceria com as entidades: ABEMEL, ABICALÇADOS, ABILUX, ABIMAQ, ABIMO, ABIMÓVEL, ABINPET, ABIT e SINDMÓVEIS. No caso do  Nordeste, não é preciso que as empresas participem dos projetos setoriais.