A diferenciação do Design por meio da Gestão de Marcas

Fonte Maia Amanda; http://www.revistacliche.com.br/2013/11/a-diferenciacao-do-design-por-meio-da-gestao-de-marcas/

O lançamento de uma marca é uma das formas mais comuns e habilidosas de expressar o design de uma empresa. É uma maneira de integrar as relações entre o empreendimento e seu usuário/consumidor final. Se bem desenvolvida, a identidade gráfica poderá promover a fidelização dos clientes acarretando no estímulo. Ela poderá criar empatia, relacionamento e envolvimento com a empresa. Marcas conhecidas mundialmente utilizam-se da identidade visual e de elementos de comunicação para estar sempre presente no cotidiano das pessoas.

figura-01-580x336

 

As principais funções de uma marca são:

  • Agregar valor aos consumidores, informando de forma implícita ou explícita sobre os atributos do produto/serviço.
  • Reduzir a intangibilidade, diferenciando o produto e agregando valor a empresa.
  • No entanto, a diferenciação por meio do uso da marca vai muito mais além do que apenas o desenvolvimento da identidade gráfica:                                                                                                                                                                                                                                                    “A identidade de marca é a manifestação externa da essência da marca corporativa, de um produto ou de um serviço, ou do ambiente da marca. Conceitos como personalidade da marca e relações entre cliente e marca são elementos essenciais em um sistema de identidade de marca.”   – Mozota (2011)

Entende-se como marca a sua imagem e suas associações, sejam elas psicológicas, emocionais e/ou culturais, incluindo seus aspectos físicos, que envolvem o sistema gráfico de identificação e suas aplicações e divisões. Isso significa que, as ligações entre o design e a marca não se atêm apenas ao logotipo.

Este processo envolve diversos componentes que agregam valor a marca: nome, missão, qualidade, preço, posicionamento, etc. Por exemplo, a marca Coca-Cola nada seria sem seus históricos slogans: “beba Coca-Cola e se refresque neste verão” “Gostoso é viver”, “Viva o lado Coca-Cola da vida” e “Abra a felicidade!”. A Coca- Cola também nada seria sem seu famoso símbolo do contorno da garrafa, sem sua cor vermelha, sem suas propagandas na televisão (com aquela música clássica – ver vídeo no final do post), sua presença em festivais e sem seu forte posicionamento perante o público-alvo.

Outro exemplo clássico é a marca de esponjas de aço Bombril, que utiliza sua marca em destaque em todas as propagandas, apresenta o ator Carlos Moreno e o lema “Mil e uma utilidades”.

figura-02-580x345

Questões como aparência, cor, sabor, cheiro, sensação, toque e som podem ser trabalhadas em prol de uma identidade visual eficiente. É por esse e por outros motivos que precisamos entender como gerir marcas, para que sempre possamos aperfeiçoar a relação empresa/consumidor.

Marca como valor agregado

Através da marca é possível adaptar valor aos produtos e serviços com intuito de torna-los diferentes da concorrência. Este valor pode estar ligado à qualidade de produto ou até mesmo o preço imposto no mercado. No entanto, o “status” de uma identidade gráfica é definido pelos objetivos organizacionais da empresa (missão, visão, valores…) e pela percepção que os usuários possuem de suas representações. Segundo Mozota (2011), dizer que uma marca possui valor agregado significa:

  • Que a marca possui um posicionamento bem delimitado
  • Que a marca consegue fazer interação com seu público, seja ele o consumidor, o produtor ou o distribuidor
  • Que a marca constrói relação de lealdade com os clientes e evoca respostas positivas e favoráveis à sua identidade

Posicionamento de marca

Em um ambiente onde diversas são as empresas concorrentes dos nossos produtos, é preciso posicionar-se de uma forma diferenciada para destacar-se em meio aos adversários. Uma das principais estratégias para tal é o posicionamento: Quando a marca volta-se para um nicho específico do mercado. O posicionamento permite a diferenciação da marca por atributos e benefícios – “Na real o BIG é mais barato” (posicionamento por preço), “Zaffari – Economizar é comprar bem” (posicionamento por qualidade).

No posicionamento de marca, o designer opta por um conjunto de elementos centrais – símbolos (Nike), slogans (Just Do It), pessoas (jogador de futebol), cor (preto). Isso tudo para criar conexões emocionais com os consumidores finais.

figura-03-580x234

O que vem primeiro: Design ou Propaganda? Marca ou Produto?

As propagandas são meios de comunicação entre a empresa e o consumidor, onde são apresentados os principais atributos dos produtos e serviços oferecidos. Elas constroem e auxiliam na sustentação da imagem da marca. Na gestão, o recurso de propaganda é sinônimo de estratégia de comunicação.

O constante crescimento de mercado, o aumento da produção de produtos similares e as excessivas mensagens visuais nas mídias enfraquecem a eficiência das marcas, principalmente aquelas que não apresentam um posicionamento consolidado. As inovações tecnológicas são mais rentáveis já que, as marcas que não mantém seu valor agregado, tornam-se frágeis e podem facilmente serem esquecidas. Por este motivo que as marcas não podem se restringir apenas à publicidade e imagem, mas também um conjunto de produtos de qualidade que conquista os consumidores e os torna fiéis à sua empresa.