Exposições mostram trabalhos de design de Roberto Sambonet e do construtivismo brasileiro

Duas boas mostras de design integram desde o final de janeiro a agenda de eventos de São Paulo. No Museu da Casa Brasileira (MCB), na região dos Jardins, a mostra “Roberto Sambonet Do Brasil ao Design apresenta uma viagem pela obra do artista italiano que tem entre seus principais trabalhos como designer peças como copos, talheres e panelas. Mais ao centro da cidade, na Praça da Sé, a Caixa Cultural de São Paulo reúne trabalhos de design de artistas plásticos brasileiros que participaram das vanguardas construtivistas nas décadas de 1950 e 1960. O nome da exposição, que já passara pelo Rio em 2008, é Diálogo concreto Design e Construtivismo no Brasil”.”Roberto Sambonet Do Brasil ao Design reúne mais de 400 itens, entre objetos, gravuras e pinturas, distribuídas nas cinco salas de exposição temporária do MCB. É um percurso pelas atividades do italiano como artista plástico, designer gráfico e industrial. Sambonet é considerado um dos destaques do século 20 na história do design italiano. De acordo com o curador da mostra, Enrico Morteo, Sambonet usou a forma como pretexto evocativo. “Sabia que a função nunca vem desprovida, mas coberta de intenções, usos, lembranças, possibilidades, explicou, em material distribuído pela assessoria de imprensa do MCB. A mostra fica aberta até 15 de março no Museu da Casa Brasileira (Av. Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano, São Paulo), de terça a domingo, das 10h às 18h, com mais informações pelo site www.mcb.sp.gov.br .Construtivismo – Entre os destaques de “Diálogo concreto Design e Construtivismo no Brasil” estão as embalagens criadas por Lygia Pape, ao longo dos anos 1960, para os biscoitos e massas Piraquê, e as desenvolvidas por Alexandre Wollner para as sardinhas Coqueiro, em 1958, inclusive com o estudo para o logotipo e sua aplicação nas latas.A curadoria da mostra, também com entrada gratuita, é de Daniela Name. A Caixa Cultural de São Paulo fica na Praça da Sé, 111 – Centro, São Paulo. Mais informações pelo site www.caixacultural.com.br.

Tags: