Irmãos Campana criam armário inusitado para a Louis Vuitton

 

Fonte 

Na esteira de sua tradição em malas de viagens, a grife francesa Louis Vuitton vai lançar uma linha de móveis transportáveis, em edição limitada e numerada, com a assinatura de oito artistas plásticos internacionais. Do Brasil foram recrutados os irmãos Fernando e Humberto Campana, que criaram um armário em forma de casulo, com três prateleiras, inspirado nos figurinos do Maracatu, como conta nossa Época desta semana. Ele tem tiras de couro escolhidas na sede da maison, em Asnières, na França, e traz um gancho para que possa ser pendurado.

“Ao recebermos o convite, nos veio à mente à imagem de uma árvore baobá no deserto e um objeto preso a um dos poucos galhos dela, representando a bagagem cultural das nossas raízes, do Brasil. Esse contraste traz atmosfera vibrante e um equilíbrio ao cenário”, diz Fernando. É a primeira vez que a Vuitton escolhe artistas brasileiros para criar seus produtos em escala global. Apenas 12 exemplares do Maracatu, cada um de uma cor diferente, serão comercializados, em todo o mundo, ao preço de 35 mil euros. A nova loja global de São Paulo, que abre as portas nesta quinta-feira, receberá um deles.

O high paulistano verá a obra pela primeira vez nesta quarta-feira, quando o publicitário Nizan Guanaes e sua mulher, Donata Meirelles, diretora de estilo da revista ‘Vogue Brasil’ abrem sua casa para um jantar em homenagem a Yves Carcelle, que deixa a presidência da Vuitton em dezembro. Seu posto será ocupado pelo espanhol Jordi Constans, ex-Danone. A festa, para 120 pessoas, terá show de Ivete Sangalo cantando músicas de Caetano Veloso. Entre as celebridades nacionais e internacionais que já fizeram o RSVP estão a princesa alemã Elisabeth von Thurn und Taxis, a modelo francesa Elisa Sednaoui e o namorado, o marchand Alex Dellal, a ex-modelo espanhola Astrid Muñoz, a modelo Isabeli Fontana, as atrizes Marisa Orth e Cleo Pires e a cantora Preta Gil.

 

os armários em forma de casulo inspirados no maracatu