Mapa colaborativo ajuda a encontrar parquinhos perto de casa ou mesmo em outros países

 

 

Certo dia, o casal Verônica Lacerda e Rodrigo Mattioli fazia compras com a filha, Alice, de 6 anos, no centro de Londres, onde moram. Entediada, a menina pediu para brincar num parquinho. Os pais acharam justo. Porém, quando tentaram encontrar um lugar próximo, navegando pelo celular, nada acharam. Foi aí que o casal de designers brasileiros teve a ideia de criar um mapa colaborativo que mostrasse apenas lugares para crianças.

Assim nasceu o Our Treasure Map, site que logo ganhou versão em português, o Nosso Mapa do Tesouro. Nele, todos podem inserir os lugares que conhecem. De preferência ao ar livre e de graça, como parques, parquinhos e praças. Há espaço para descrição e fotos, comentários e avaliações. “Nossa ideia é estimular os pais a conhecerem a cidade e tirar, por algumas horas, os filhos da frente da TV”, afirma Rodrigo. Desde que o site foi ao ar, há cinco meses, já apareceram no mapa parques dos mais simples aos mais exóticos.

No Brasil há ótimas surpresas, como uma praça com cachoeira no centro de Contagem, em Minas Gerais, e um enorme foguete de ferro no parque Ana Lídia, em Brasília. Para o casal, o mapa colaborativo pode mudar a forma como encaramos nossa cidade. “Percebemos que muita gente não conhece pracinhas que existem ao lado de casa”, diz Verônica. 

Nosso mapa do tesouro – nossomapadotesouro.com

 

Fonte: Planeta Sustentável

Tags: