MCB inaugura três exposições que celebram o design brasileiro

No dia 13 de agosto, o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, inaugura três diferentes mostras que ocupam os espaços expositivos internos e o jardim. O evento de inauguração, com entrada gratuita, faz parte do calendário do Design Weekend!, e as três mostras têm duração até o dia 16 de outubro.

Hugo França: Escalas em Contraste traz obras do artista em grande formato e pequenas miniaturas, feitas pela artesã D’Ajuda, em uma oposição de grandezas que permitem diferentes apreciações de suas esculturas mobiliárias em madeira.

O processo do trabalho de Hugo França também faz parte da mostra. Durante a renovação das espécies nativas no Jardim MCB, uma árvore condenada foi transformada pelo artista, e o registro dessas etapas será exposto, junto à peça, no Museu. Para mais informações sobre esta exposição, clique aqui.

Simultaneamente, ocorre a abertura da exposição Design Mirim, com curadoria da Equipe MCB e Sergio Campos. A mostra apresenta a vida adulta miniaturizada por meio de mobiliário e objetos de uso cotidiano reduzidos à escala infantil. Parte dos móveis que serão apresentados é composta por cadeiras em pequenos tamanhos assinadas por designers brasileiros, a partir da década de 1940, como Jose Zanine Caldas, Abraham Palatnik, Lina Bo Bardi, Carlo Hauner, Moveis Cimo, Moveis Patente etc.

Da esquerda para direita: Banco Yba, de Hugo França (crédito André Godoy); miniatura de cadeira de Zanine Caldas (crédito Sergio Campos); balanço Migramach, de Alander Espécie (divulgação MCB)Da esquerda para direita: Banco Yba, de Hugo França (crédito André Godoy);
miniatura de cadeira de Zanine Caldas (crédito Sergio Campos);
balanço Migramach, de Alander Espécie (divulgação MCB)

 

No mesmo espírito, os objetos que compõem a mostra são brinquedos reais, integrantes da coleção de Sergio Campos. A maioria das peças são únicas e nunca expostas anteriormente, contemplando desde as mais simples, vendidas na época em feiras livres e quitandas, até brinquedos e cadeiras mais sofisticadas. O conjunto mostra como o mundo adulto era apresentado à criança, em um esforço para que ela se habituasse a esse universo. Clique aqui para mais informações.

Já no Jardim MCB, será feita uma retrospectiva do Projeto Balanço MCB+BOOMSPDESIGN. Desde agosto de 2013, esta parceria, sob a curadoria de Roberto Cocenza, trouxe uma série de 11 balanços projetados por designers brasileiros. Nessa grande instalação coletiva, todos exemplares apresentados anteriormente estarão em exibição e serão inaugurados ainda dois novos balanços: de Ruy Ohtake e Hugo França.

Participaram deste ciclo os balanços assinados por Sérgio Matos, Zanini de Zanine, Renata Moura, Carol Gay, coletivo PAX.ARQ, Marcenaria Baraúna, Paulo Alves, Alander Espécie, estúdio Tri Design, e Rodrigo Ohtake. Clique aqui para mais informações sobre este projeto.

Hugo França
Nasceu em Porto Alegre, em 1954. Em busca de uma vida mais próxima da natureza, mudou-se para Trancoso, onde viveu por 15 anos. Lá, percebeu o grau de desperdício na extração e uso da madeira, vivência que pautou seu trabalho. Desde o final dos anos 1980, desenvolve “esculturas mobiliárias”, expressão usada primeiramente pela crítica Ethel Leon e adotada pelo designer por sua precisão em descrever a produção que ele executa a partir de resíduos florestais e urbanos – árvores condenadas naturalmente, por ação das intempéries ou pela ação do homem.

Sergio Campos
Graduado em Sociologia e Ciências Políticas pela USP, Sergio Campos, proprietário da Artemobilia Galeria, começou seu colecionismo nos tempos em que residiu em Londres, na década de 1980. Voltando ao Brasil, procurou formar núcleos de acervos representativos de nossa cultura popular urbana, garimpando e estudando objetos industrializados, característicos de uma sociedade que se transformou meteoricamente no decorrer do século 20. Sergio Campos foi curador de inúmeras exposições ligadas ao tema do design brasileiro.

BOOMSPDESIGN
Idealizado por Roberto Cocenza, o BOOMSPDESIGN – Fórum Internacional de Arquitetura, Design e Arte, reúne anualmente nomes consagrados no mercado nacional e internacional para discutir arquitetura, design e arte. O evento traz ao Brasil conteúdos e experiências destacadas no cenário mundial.

mcb-marca-e1442001772909Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira (MCB) dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda com base em debates, palestras e publicações que contextualizam a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país, realizado desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a diversidade do morar do brasileiro.

SERVIÇO
Inauguração das exposições: “Hugo França: Escalas em Contraste”, “Design Mirim” e “Projeto Balanço MCB+BOOMSPDESIGN”
Abertura: 13 de agosto, sábado às 11h – Entrada gratuita
(entrada sujeita à lotação da casa)
Visitação: até 16 de outubro
Fotos para divulgação:

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos: R$ 7 e R$ 3,50 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada
Gratuito aos finais de semana e feriados
Acesso a pessoas com deficiência
Bicicletário com 40 vagas | Estacionamento pago no local

Local: Museu da Casa Brasileira (11) 3032.3727
Av. Brig. Faria Lima, 2705 – Jd. Paulistano

Visitas orientadas: (11) 3026.3913 / [email protected]www.mcb.org.br