Nova coleção do designer Rubens Szpilman reaproveita madeira infestada por cupins

Fonte ArqSC

O artista plástico e designer Rubens Szpilman buscou no reaproveitamento de madeiras infestadas por cupins o desafio e a inspiração para sua mais nova coleção de objetos de design. Referência internacional na criação de objetos em resina, ele fez a fusão da madeira com a resina, criando a Linha Termit, com peças únicas e exclusivas.

Foram muitas experimentações e pesquisa até chegar à melhor técnica de unir a madeira e a resina de forma definitiva. “A partir de cortes longitudinais em madeiras provenientes de fazendas seculares e condenadas pelo ataque de cupins, encontramos o cerne da madeira. Elas contém os caminhos feitos por eles aos longo de vários anos e uma grande parte que foi comida. Estas partes são limpas, para retirada de toda a matéria orgânica.  Fica então somente a parte “viva” da madeira, ou seja, os locais onde o cupim não conseguiu comer”, explica Szpilman. “Colocamos essa madeira recuperada num molde, onde é derramada a resina de poliéster pigmentada. Assim, criamos uma estrutura nova para aquele pedaço de madeira, que não se aguentava sozinho. A peça então é lixada, para que algumas partes da madeira aflorem à superfície, que depois é polida junto com a resina”, conclui o artista.

Reflexos de luz são criados a partir do ar que ficou preso entre a resina e a madeira. Os incríveis desenhos orgânicos  ‘esculpidos’ pelos cupins sobressaem com a inserção de fitas de LED no entorno das peças, outra novidade nesse trabalho de Szpilman. Essa iluminação é dimmerizada por controle remoto. Dessa forma, a intensidade da luz pode ser controlada, criando efeitos surpreendentes no jogo de luz e sombra.