ProDesign divulga resultado de concurso de cartazes

Fonte ProDesign

No ano passado a ProDesign>pr desenvolveu o Concurso Cartaz para um Campeonato, Entre Vários Países, de Um Certo Esporte Bretão. O objetivo era aproveitar uma verdadeira enxurrada de críticas aos posters oficiais da Copa e fazer com que designers pudessem dar o seu olhar para o evento.

O pequeno número de inscrições e a consequente desistência de um patrocinador acabou gerando a necessidade de alterações na exposição e na premiação que se baseava na produção dos cartazes, conforme artigo 10.11 do Regulamento. Um juri formado por Marcos Minini (Brainbox Design Estratégico), Ale Tauchmann (Taste), Ericson Straub (Straub Design) e Tulio Filho (Blu Design e Comunicação) escolheu 12 finalistas.

 

Os vencedores foram:
Emerson Mendes Ferreira – 1º Lugar
 prodesign1
William Knack – 2° Lugar
prodesign2
Amaury Filho – 3º Lugar
prodesign 3
Veja os demais vencedores aqui.
Eles receberão certificados e uma anuidade profissional da ProDesign>pr como prêmio. Seus trabalhos serão divulgados na fanpage e no site da instituição, já que a exposição dos cartazes também não acontecerá. A Prodesign>pr entrará em contato com os vencedores.
Tulio Filho, jurado do concurso, comenta o resultado final: “Esta foi a primeira experiência com um concurso para a ProDesign>pr e conseguimos absorver diversas questões para futuros concursos. Ao todo tivemos 53 cartazes para um concurso que durou 126 dias e isto é pouco. A participação dos associados da ProDesign>pr também foi pequena (28% do total)”. Ele ainda comenta que o juri teve dificuldades para julgar as peças. “Percebemos uma certa ausência da função principal de um cartaz. Existiram bons conceitos mas a maioria não conseguiu criar um cartaz, tendo como resultado uma ilustração. Mas o principal objetivo que era o de gerar reflexão sobre as práticas da FIFA foi atingido. Foram mais de 60 mil interações e visualizações nas redes sociais, a aplicação do concurso no Ceará, e a participação de designers de outros estados como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte”, explica Tulio Filho.