Projeto Milano leva profissionais brasileiros a conhecer a cultura de moda na Europa

A partir do princípio de que o verdadeiro design não surge no universo da espontaneidade, mas na disciplina e da pesquisa, o Projeto Milano oferece aos participantes a oportunidade de enriquecer seus conhecimentos em uma viagem com duração total de doze dias pelas cidades italianas de Milão, Turim e Como, além da capital francesa Paris. Atualmente em sua 13ª edição, 161 profissionais já participaram do Projeto desde 2000, e a próxima viagem está marcada para 3 de fevereiro de 2012.

A coordenação é da pesquisadora Dorotéia Pires, especializada em design de moda, que acompanha e orienta os participantes durante a viagem. O objetivo é gerar conhecimento acerca da cultura de design de moda, ao incorporar novos conceitos, proporcionar capacitação e permitir acesso a modernas metodologias de desenvolvimento de produto – tudo pensado para atender pessoas envolvidas com criação de moda e desenvolvimento de produtos do setor de vestuário: designers, estilistas, modelistas, empresários, professores, alunos, e coordenadores e gerentes de produto.

O roteiro, organizado para aproveitar ao máximo os dias da viagem, prevê palestras, visitas culturais, além de visitas a centros de informação e pesquisa, a bibliotecas especializadas em moda e a indústrias de confecção. Durante a viagem pelas cidades europeias, os participantes podem se aprofundar sobre o processo de pesquisa de moda, conhecer importantes feiras internacionais, e ainda ampliar a sensibilidade estética e o espírito criativo, entender a cultura do produto made in Italy e vivenciar experiências para inspirar os sentidos.

O nome faz referência à cidade de Milão, principal destino do programa, escolhida por ser rica em história e modernidade, e a primeira cidade em atividade econômica na Itália e segunda em população – além de ser considerada a capital internacional do design e referência em criação e produção de moda desde a metade do século XX.

O investimento total é de 4.130 euros, que incluem passagens aéreas, orientação de duas designers especializadas na área, hospedagem com café da manhã, translado, visita Como, palestras, outras visitas da programação, entrada a dois museus, ingressos a feiras, jantar de confraternização e dez bilhetes de metrô.

A iniciativa é do Departamento de Design da Universidade Estadual de Londrina (UEL), e tem apoio do Portal DesignBrasil, do Programa Brasileiro do Design (PBD), do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior e do Colóquio de Moda. Mais informações no site www.projetomilano.pro.br.