Anel Puzzle

Fabricante: Antonio Bernardo
Design: Antonio Bernardo
Produto: Anel Puzzle
Ano de Fabricação: 2005
Prêmios: If product design award 2006 (Alemanha)
Dimensões Básicas: 2,15 x 1,77 x 2,2 cm
Peso: 38g
Materiais Predominantes: Ouro 18 k
Processo de Fabricação: Processo tradicional de Joalheria.
Descrição: Anel que passa por um processo de construção e desconstrução. É um quebra-cabeça tridimensional em forma de anel.

anel

A empresa o Designer

O empresário e designer de jóias Antonio Bernardo é hoje nome reconhecido, dentro e fora do Brasil. Uma jóia de Antonio Bernardo é imediatamente identificada pelo público mais sofisticado. O desafio de inovar sempre junto a uma clientela fiel é a principal motivação da empresa, que se confunde com o criador. Dedica-se à criação e ao desenvolvimento de cada peça, pesquisa movimentos, texturas e formas, até chegar ao resultado final. Em seu ateliê-oficina, instalado no Rio de Janeiro, são criadas cerca de duas mil peças mensais, por uma equipe de 200 funcionários. Sua equipe é formada por profissionais de diversas áreas, como designers, especialistas em computação gráfica, em softwares de modelagem tridimensional e outros. O ouro, principal matéria-prima, vai sendo transformado pelas mãos de habilidosos profissionais. Desde a fundição do metal até o acabamento, com equipamentos de avançada tecnologia, o rigor e a fidelidade ao projeto inicial são mantidos, o que certifica a qualidade das peças produzidas. O designer participa do processo criativo de todas as jóias. Ele as cria e sua equipe trabalha no desenvolvimento da idéia e no acabamento. “Temos, pelo menos, de 15 a 20 peças sendo desenvolvidas permanentemente”, afirma.

O Início

O contato com as ferramentas de ourivesaria começou muito cedo, na loja de seu pai, Rudolf Herrmann, que vendia ferramentas para joalheiros. Em 1969, Antonio Bernardo passou a dedicar-se à pesquisa em ourivesaria e design de jóias e, aos 22 anos, desenhou sua primeira peça, um anel. Quando trocou a faculdade de Engenharia na PUC-RJ por um lugar ao lado do pai, os esboços que criava passaram a ser transformados em peças por um ourives, cliente da loja, que tinha uma pequena oficina. Nessa época, Bernardo vendia suas criações de porta em porta e assim foi entrando no mundo da joalheria. Um dia, criou coragem e foi, pela primeira vez, oferecer seus produtos para uma butique, a Prestige, localizada em uma galeria de Copacabana. O dono da butique conversava com um cliente, que viu suas peças e gostou. O resultado foi uma venda em massa, de até dúzias de anéis, pulseiras e braceletes. Bernardo é autodidata. Com um torno mecânico em miniatura, usado para fazer os eixos das rodas do relógio, que encontrou abandonado numa estante na casa do pai, uma serra, uma limadeira e latão, começou a fazer anéis e brincos. Para que as peças saíssem a seu gosto, passou a acompanhar a fabricação na oficina. Por oito anos, trabalhou dessa forma e assim aprendeu a fazer jóias que eram inicialmente vendidas em um ateliê em sua casa e em lojas. Desistiu, entretanto, desse tipo de comercialização, pois percebeu que suas peças tinham uma linguagem diferente das vendidas pelas butiques da época, que ainda apresentavam um trabalho ligado demais às tradições européias. Passou então a vender exclusivamente para o consumidor final e, em 1981, abriu sua primeira loja no Rio de Janeiro.


A Evolução

Há mais de 30 anos atuando no mercado de design de jóias, Antonio Bernardo conquistou, ao longo desse tempo, um grande prestígio e a consolidação de sua marca. No Brasil, mantém oito lojas exclusivas – cinco no Rio de Janeiro e três em São Paulo – e representantes autorizados em Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Brasília, Cuiabá, Juiz de Fora, Recife e Ribeirão Preto. Suas peças também podem ser encontradas, há mais de três anos, em mercados como Alemanha, Suíça, Áustria, Itália, Espanha, Bélgica, Inglaterra, Japão, Estados Unidos e em Hong Kong. Além disso, suas jóias também podem ser adquiridas em seu site na Internet, onde, para garantir a segurança e a qualidade na entrega das compras, estabeleceu uma parceria com a Americanas.com, o maior site de e-commerce da América Latina. Em virtude dessa parceria, pode-se visualizar o selo “Powered by Americanas.com” durante algumas etapas do processo da compra online, assim como nos e-mails de confirmação e acompanhamento do pedido e na nota fiscal que acompanha o produto.


O Design como estratégia e sua introdução na empresa

Para Antonio Bernardo, o design é mais que uma ferramenta. “Posso dizer que é a razão de minha existência, minha empresa só existe porque eu sou designer e encontrei um meio de me expressar nas jóias que crio”, define. As peças criadas por Antonio Bernardo, em sua própria definição, nasceram todas de uma mesma origem, representam a evolução de um conceito único que se modifica de acordo com a inspiração e o momento em que se inserem. Suas jóias  evidenciam grande domínio, num trabalho preciso e de elevada qualidade, voltado à exploração das propriedades de maleabilidade e conformação do ouro. Em seu ateliê-oficina, utiliza, nos processos de criação e fabricação de suas peças, tanto as ferramentas que herdou do pai quanto interfaces gráficas, máquinas de prototipagem rápida, fresadoras CNC e solda a laser. No setor de jóias, em geral, a modelagem das peças é feita de forma quase artesanal. Na empresa de Antonio Bernardo, no entanto, acontece o contrário. Ao adquirir, em 1997, uma máquina de prototipagem rápida, foi um dos precursores no setor de jóias a utilizar esse recurso que permite aças é inquestionável. O mesmo cuidado que Antonio Bernardo dedica a cada peça criada também é dado à identidade visual de sua empresa. O logotipo desenvolvido em 1981, pela designer Cristina Barreto, toma como conceito básico a representação gráfica de suas iniciais, A e B. Desde 1983, o Estúdio Gráfico Marcia Cabral é responsável pelo desenvolvimento de todo o material gráfico da empresa, incluindo mala-direta para datas comemorativas (aniversário, Natal, Dia das Mães), convites para eventos e abertura de lojas, anúncios para a mídia impressa com lançamentos de seus produtos, além de todo o material promocional voltado para o mercado externo. Além disso, suas lojas recebem a mesma atenção, quando, ao contratar profissionais  especializados para o desenvolvimento dos projetos arquitetônico, luminotécnico e de comunicação visual, demonstra toda uma preocupação em criar um ambiente em sintonia com a imagem de suas criações. Criar uma associação entre a arte e a sua marca é outra das estratégias de posicionamento mercadológico de Antonio Bernardo. Em sua loja de Ipanema, criou o Espaço AB, onde são realizadas exposições individuais e coletivas, palestras, mostras e eventos culturais. produção de peças com excelente qualidade, redução no tempo da construção, precisão dimensional e alto grau de complexidade geométrica. E capacitou sua própria equipe no domínio da utilização dos softwares de modelagem, para tirar melhor proveito da nova tecnologia, contando com o apoio do Centro de Prototipagem Rápida para o setor joalheiro, instalado desde 2001 no Instituto Nacional de Tecnologia – INT. O conceito das peças, de estética clean e contemporânea, apoiado na geometria, privilegia freqüentemente referências ao movimento contínuo, ao ritmo, à dinâmica e também ao lúdico, na interação usuárioproduto. Ora são fios, ora lâminas ou mesmo fragmentos das peças os elementos combinados de forma inovadora para compor essa dinâmica. Também a lternância entre as texturas fosca e polida tornou-se uma característica da empresa. Seu processo de criação é flexível: o desenho pode ser o embrião de uma nova jóia, mas a concepção diretamente no metal também acontece. A busca pela perfeição confere qualidade excepcional às jóias de Antonio Bernardo, transformando-as em obras de arte. Ousado apenas na criação, é cauteloso quando se trata de exportar sua produção e traça estratégias bem definidas. “Não gosto de perder o controle sobre o que acontece com minhas peças, o pós-venda, eventuais consertos”, explica. Só aceita vender para grandes lojas multimarcas ou galerias de design muito bem selecionadas. E mandam apenas algumas de suas linhas, nunca todas. “Todas, só no Brasil”, acrescenta. Mesmo com vendas limitadas, o sucesso de suas peças é inquestionável.

O mesmo cuidado que Antonio Bernardo dedica a cada peça criada também é dado à identidade visual de sua empresa. O logotipo desenvolvido em 1981, pela designer Cristina Barreto, toma como conceito básico a representação gráfica de suas iniciais, A e B. Desde 1983, o Estúdio Gráfico Marcia Cabral é responsável pelo desenvolvimento de todo o material gráfico da empresa, incluindo mala-direta para datas comemorativas (aniversário, Natal, Dia das Mães), convites para eventos e abertura de lojas, anúncios para a mídia impressa com lançamentos de seus produtos, além de todo o material promocional voltado para o mercado externo. Além disso, suas lojas recebem a mesma atenção, quando, ao contratar profissionais especializados para o desenvolvimento dos projetos arquitetônico, luminotécnico e de comunicação visual, demonstra toda uma preocupação em criar um ambiente em sintonia com a imagem de suas criações. Criar uma associação entre a arte e a sua marca é outra das estratégias de posicionamento mercadológico de Antonio Bernardo. Em sua loja de Ipanema, criou o Espaço AB, onde são realizadas exposições individuais e coletivas, palestras, mostras e eventos culturais.

Para Antonio Bernardo, o design é mais que uma ferramenta. “Posso dizer que é a razão de minha existência, minha empresa só existe porque eu sou designer e encontrei um meio de me expressar nas jóias que crio”.


O Anel Puzzle

Criado em 2005, o anel, em ouro 18k, passa por um processo de construção e desconstrução que, de uma forma inusitada, tira partido de uma prática comum: a de interagir com o anel. De criação e execução complexas, é um quebra-cabeça tridimensional em forma de anel, que salienta os aspectos lúdico e interativo da peça. É composto de partes simétricas duas a duas, que se encaixam, e de uma peça única, que funciona como chave, atravessando o anel de um lado a outro e fazendo uma curvatura que acompanha o dedo. Em resumo, quando usado, o anel fica travado, sendo impossível desmontálo. A execução precisa de cada peça é determinante para um encaixe perfeito. O resultado é uma peça que se tornou obrigatória em seu catálogo de produtos, sendo das mais pedidas e vendidas.

anel6

A participação no iF e os resultados

Antonio Bernardo tinha como príncipio não participar de concursos. No entanto, quando se informou sobre a oportunidade criada pelo Design Excellence Brazil, de participação no iF Design, decidiu rever sua posição.Havia um esforço organizado do País e uma intermediação com os organizadores do prêmio já estabelecida. Compreendeu a ênfase no design da premiação alemã, seu reconhecimento internacional e as possibilidades de projeção para sua empresa no mercado externo. Valeu a pena! Num total recorde de 8 produtos premiados em 7 anos de participação no iF Design, por meio do projeto DEBrazil, seu nome tornou-se uma marca reconhecida nacional e internacionalmente. Em 2004, recebeu o selo do iF com os anéis Ciclos e Expand, além de conquistar o troféu Prata com o anel Expand. Em 2005, foi premiado com o anel Fold; em 2006, com os anéis Puzzle e Balanço e, em 2007, com o brinco Impulso.

A premiação no iF Design gerou também a oportunidade de participação em outros prêmios internacionais. Também na Alemanha, conquistou o Red Dot Design Award 2004, com o anel Expand; com outro anel – o Celebration –, foi distinguido com o prêmio IJL 2004, na feira International Jewellery London. Desde a primeira premiação junto ao iF Design Awards, Antonio Bernardo pode constatar que ela funciona como um atributo fundamental para consolidar as vendas,  principalmente para o exterior. Jóias que já nasceram um sucesso, como os anéis Expand e Puzzle, com o prêmio obtiveram mais um valor agregado, aumentando assim os percentuais de venda no mercado externo. A premiação,  segundo Bernardo, é mais um elemento de credibilidade junto aos clientes, além de proporcionar a exposição do trabalho para a abertura de novos mercados. A partir dessa oportunidade, foram instaladas novas representações comerciais no exterior.

“A marca só tem a crescer como um todo, com os selos da premiação iF Design”, afirma. Os prêmios que ganhou até o momento – sete só na Alemanha e um na Inglaterra – são o reconhecimento de um trabalho que atravessou crises econômicas e oscilações de mercado. “Não é porque jóias são para o público A ou B que os problemas econômicos do País não vão me afetar. Eles me afetam como a todos os demais setores, pois as pessoas, mesmo as de maior poder aquisitivo, vão racionalizar seus gastos em todas as áreas. Para enfrentar essas oscilações, que foram muitas nesses anos todos, precisa ter, acima de tudo, um trabalho consistente, coerente com ideologia, princípios que as pessoas reconhecem, e enfrentar os problemas com criatividade e adaptando-se ao momento”, resume. “Li algo em algum lugar e guardei que dizia que o segredo do sucesso não é prever os fatos, mas criar um negócio que possa prosperar num futuro que não pode ser previsto”, conclui Antonio Bernardo.

anel7

Veja também