Criador da Oppa procura por novos talentos do design brasileiro

Por Centro Brasil Design

Entrevista: Julliana Bauer

Max Reichel em palestra em Curitiba. Crédito: Semana D – Festival de Design

 

 

Dar ao consumidor a possibilidade de ter em casa um sofá com design bonito e a um preço acessível. Foi com essa ideia que o alemão Max Reichel, de 30 anos, resolveu criar a Oppa, loja online de móveis que já conta com dois showrooms no estado de São Paulo. “Não adianta nada você ter um sofá muito bonito e muito caro se tiver medo de encostar os pés nele”, explica Reichel. Ao chegar ao Brasil há quase quatro anos, o empresário conta que sentiu dificuldade em encontrar uma mesa a seu gosto. Recorreu aos amigos, que não souberam lhe dizer onde ele poderia encontrar bons móveis com design moderninho.

Reichel abriu então a Oppa em 2011 com capital dos fundos Monashees Capital, Kaszek Ventures e Thrive Capital. Em 2012, o Valar Ventures investiu 13 milhões de dólares na empresa, que abre espaço para novos criadores. Dentro do conceito de design inteligente, a empresa conta com equipe  própria de design e criação, o Estúdio Oppa, que trabalha em novos produtos e na viabilização de projetos de estudantes.“É muito fácil trabalhar conosco, basta nos mandar um portfólio, nos contar sobre suas ideias”, afirmou Reichel em uma palestra repleta de estudantes em Curitiba. O empresário foi um dos convidados internacionais da Semana D – Festival de Design, que aconteceu na capital paranaense na primeira semana de outubro com uma agenda repleta de palestras, workshops e exposições relacionadas ao design. Ao final da palestra, um estudante perguntou a Reichel se ele está preocupado com a possível chegada da Ikea ao Brasil. “De jeito nenhum, eu adoro aqueles caras”, respondeu, com um sorriso.

 

Cadeira Uma, que custa R$199, é um dos itens mais vendidos pela Oppa

 

 

 Como surgiu a ideia de criar uma loja online de produtos de design no Brasil?

Eu vim para o Brasil porque é um país interessante no que diz respeito às mudanças culturais e econômicas. Na última década, a mentalidade do consumidor brasileiro mudou muito. Dito isso, eu sempre fui apaixonado pelo design de móveis – por qualquer tipo de design, na verdade – e quando cheguei ao Brasil, precisava comprar uma mesa, e só encontrei opções muito caras. Passei a acreditar que eu poderia criar mobília brasileira por um preço acessível – nada muito caro e de má qualidade, como vi em muitos lugares.

 

No Brasil, a ideia de design ainda não é associada a bons preços. Quais as estratégias da Oppa para mudar esse cenário?

Não quero criar coisas que as pessoas terão medo de usar. De quê adianta ter um sofá lindo se você vai ter medo de encostar os pés nele? Parto do princípio de que todo mundo – independente da classe social, porque não é assim que categorizamos nossos clientes – quer ter coisas bonitas em casa. Por isso, queremos fazer móveis acessíveis para todos. Design não precisa ser caro e prova disso é que meu item preferido do design brasileiro é aquele clássico copo americano, que é um copo ligado a uma atividade social. Acho que o design pode mudar tudo.

 

O site da Oppa anuncia que a empresa está aberta para novos talentos do design nacional. Que dicas você daria a um jovem designer que quer trabalhar com a Oppa?

É fácil: fale conosco. Estamos sempre procurando novos talentos. Outra dica é ver tendências além do Brasil, tentar achar outras coisas que te inspirem. Tem coisas lindas aqui, mas há também coisas diferentes em lugares diferentes que poderão te inspirar. Mude-se para São Paulo e aprenda com nossa equipe, temos espaço pra isso.

Veja também

1 Comentário

  1. ana lucia rosa fernandes disse:

    boa tarde, me identifico muito com essa empresa e gostaria de saber como faço para enviar meu curriculo,sou vendedora de moveis e gostaria muito de trabalhar com voces,nao encontrei nenhum link como trabalhe conosco aguardo resposta para maiores informaçoes obrigada