Design Latino-americano

Por Editor DesignBrasil

Lançada em Bogotá uma rede que visa promover a integração de designers e empresas afins, e fomentar o design dos países latinos

Em recente viagem à Bogotá, a convite dos organizadores da Expo Construcion e Expo Diseño, tive meu primeiro contato com o projeto Rede Latino-americana de Design uma iniciativa muito interessante em favor do design e dos designers.

A idéia da rede nasceu há um ano, contou-me o idealizador do projeto Harry Child Williamson. Ele é diretor da Prodiseño uma empresa que, como o próprio nome indica, trabalha em favor da promoção do design, através de feiras e eventos. Inclusive, a rede é o resultado do Primeiro Encontro Latino-americano de Design, realizado em Bogotá em maio do ano passado, sob a coordenação da Prodiseño.

Entre os objetivos da rede estão: fortalecer a integração dos designers latino-americanos, mediante a identificação de interesses comuns e o intercâmbio de experiências significativas de design; estabelecer um diálogo fraternal e de alto nível entre empresários e designers e fortalecer o desenvolvimento de um design latino-americano.

O primeiro passo foi a criação de um site (www.rldiseno.com), que deve permitir a incorporação de novas atividades, programas e projetos, de acordo com a integração dos interessados. O portal se caracteriza por ter uma estrutura aberta, de desenvolvimento gradual e progressivo. Neste aspecto, explica Harry Child, depende do nível de cooperação e intervenção dos diferentes componentes da comunidade de design.

A inscrição à rede é gratuita e podem participar profissionais, universidades, escolas, instituições, empresas, revistas e todos que fazem parte da cadeia do design.

A empresa Prodiseño S.A e a revista Acto são os gestores do projeto e o grupo inicial de trabalho é composto por representantes que atuam na Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México e Brasil. Aliás, no Brasil o Clube do Designer projeto da Central da Excelência Moveleira foi convidado para ser o representante oficial da rede.

Mesmo em fase embrionária, o projeto nasce com grandes possibilidades de sucesso. Um dos pontos fortes é o fato da iniciativa ter partido de colombianos, afinal o design daquele país (especialmente o de produto) vem ganhando projeção internacional. Não são poucos os profissionais que partem da Colômbia rumo a Europa e Estados Unidos, por exemplo, e que conquistam importantes espaços. Até mesmo no Brasil temos exemplos de colombianos fazendo história.

Outro destaque do projeto é o fato de ser amplamente democrático e aberto a todos os integrantes da cadeia. O objetivo maior é realmente promover e incentivar um design com características latino-americanas e, a partir daí, ganhar mais força junto a grandes mercados.

Mas, de início, já vale pela troca de informações e contatos que irá proporcionar.

Tags: