Designer e a Criatividade

Por Editor DesignBrasil

Precisamos ter bom senso e objetividade para dar soluções variadas aos diferentes problemas com diversos tipos de materiais.

* Por Adalberto Bogsan Neto, diretor da ADP

Uma das atividades humanas mais importante para o designer é a criatividade.

Um processo criativo não é difícil de ser entendido, mas precisamos ter bom senso e objetividade para dar soluções variadas aos diferentes problemas com diversos tipos de materiais.

Podemos dividir o processo criativo da seguinte maneira:

1. Definição do problema
2. Idealização
3. Julgamento e avaliação
4. Execução

1. Definição do Problema

Deve-se estabelecer os parâmetros a serem seguidos e as variações para múltiplas soluções, bem como o maximo possível de idéias (Brain Storm). Deve-se tentar de tudo,mesmo que nos pareça absurdo.

2. Idealização

A forma, a aparência estética, devem ser colocadas no papel, iniciando-se ai a germinação da idéia. Análises e julgamentos neste estágio, são proibidos. Para se fertiliza uma idéia devemos ter bastante coragem para que todas as possíveis idéias tenham vez.

Para isso é necessário que tenhamos tranqüilidade e paz de espírito a fim de que nada atrapalhe o desenvolvimento criativo. É importante que tenhamos isto como um Hábito até que isto se torne um processo natural do Designer.

Devemos esquecer a palavra medo e sim ter muita coragem, pois é o único meio de se criar algo.

3. Julgamento e Avaliação

Neste estágio toda nossa experiência e base cultural, são postos em prova para julgamento e avaliação de todas as nossa idéias. Se 40% ou 20% das idéia estão aprovadas ou até mesmo menos, se atingiu o objetivo, o,que é ótimo.

4. Execução

As melhores idéias do mundo não irão avante se não provarmos que ela é boa.

Devemos analisar uma idéia de maneira que sua realização seja um sucesso também na sua execução, quer do ponto de vista estético, econômico e de segurança.

Estimulando a sua criatividade sem medo e com bastante perseverança, fazendo um julgamento em todos os níveis, você estará ajudando o progresso.

* Adalberto Bogsan Neto formou-se em design no ano de 1973 pela Universidade Mackenzie. É cacharel em Design Automotivo e Administração pelo General Motors Institute, de Michigan, Estados Unidos. Trabalhou na General Motors do Brasil por 39 anos na área de Design e foi um dos membros fundadores do Departamento de Design e responsável pela implementação dos processos, planejamento do produto, seleção do pessoal e administração, sendo Gerente Geral e Assistente da Diretoria. É diretor da ADP Associação Designers do Produto – 2005/2007.

Tags:

1 Comentário

  1. elisiobajone disse:

    As melhores ideias geralmente provem do lado mais fraco da criatividade, ou seja, vem depois de grandes esforcos, depois de grandes pesquisas, quando chega a hora de sossego ai sim: ela aparece. Elisio Bajone