É impossível fugir do design em Milão

Por Editor DesignBrasil

* Por Julliana Bauer, jornalista

Quando um turista compra uma passagem para Milão, é possível que ele só esteja interessado no roteiro mais conhecido quando se pensa na cidade: compras, gastronomia e um belo passeio pela capital da moda. Conferir o que o design de diversos países do mundo tem de melhor a oferecer talvez não passe pela cabeça de todos, mas, aos incompreensíveis desinteressados no tema, sinto em informar: é impossível fugir do design em Milão.

É impossível andar por Brera, o “quartiere” mais charmoso da cidade, sem se deparar com convidativas galerias, lojas e exposições que mostram uma seleção do que os designers mais procurados do momento têm a oferecer. No fim de semana de encerramento do Salone del Mobile 2015, o frenesi na cidade era contagiante: os melhores hotéis já estavam sem vagas há meses, os metrôs estavam sempre congestionados e até mesmo os taxistas trocavam as frases prontas sobre o clima para puxar assunto por uma bem mais entusiasmada: “Veio para o Salone del Mobile?”

Que nada. Ver o Salone del Mobile certamente é uma experiência incrível, mas o legal mesmo é conferir o Fuorisalone, uma série de eventos e mostras paralelas que acontecem em toda a cidade na mesma semana do evento. Todo mundo entra na dança e até mesmo restaurantes e pequenas lojas se empolgam para decorar suas vitrines de acordo com o momento vivido pela cidade.

Para os entusiastas do design, 2015 é um ano ainda mais especial para visitar Milão: é lá que, em poucos dias, começa a Expo 2015, um megaevento que terá a duração de 184 dias – de 1º de maio a 31 de outubro – e espera receber mais de 20 milhões de visitantes em um espaço de 1 milhão de metros quadrados. É um evento sustentável, tecnológico e temático que, nesta edição, propõe uma experiência única sobre o tema nutrição. O espaço pretende incentivar a troca de tecnologias, inovações e descobertas e certamente influencia o desenvolvimento da arte, educação, design, comércio, turismo e relações internacionais.

Na Itália, o que se fala sobre a Expo é que ela provavelmente só ficará completamente pronta um dia anterior ao seu início. Matérias sobre o atraso nos preparativos tomam dez, quinze minutos dos telejornais, tal qual aconteceu no Brasil nas vésperas da Copa do Mundo. Bobagem. A empolgação dos italianos com o evento só confirma: é impossível fugir do design em Milão.

IMG_6953 IMG_7111 IMG_7112 IMG_7114 IMG_7117