Embalagem: a ferramenta decisiva para a pequena empresa

Por Fabio Mestriner

“Os excelentes resultados obtidos pelas empresas que foram apoiadas pelo convênio Sebrae / ABRE são um exemplo de que é possivel para a pequena empresa competir com muito mais força no mercado”.

Muito já se escreveu sobre a importância da embalagem no novo cenário competitivo e a grande maioria dos profissionais e empresários responsáveis por conduzir seus produtos num mercado cada vez mais complexo e disputado, reconhece que ela é um fator decisivo para o sucesso de seus produtos e para a construção da imagem de suas marcas.

Pesquisas recentes realizadas tanto pelo Comitê de Estudos Estratégicos da ABRE Associação Brasileira de Embalagem como pelo Núcleo de Estudos da Embalagem da ESPM Escola Superior de Propaganda e Marketing confirmam esta percepção do mercado sobre a importância estratégica que a embalagem tem para o negócio das empresas, não importando o tamanho que elas tenham.

Sabemos que na grande maioria das vezes os produtos que encontramos nas gôndolas dos supermercados e estabelecimentos que adotam o sistema de venda por auto-serviço, não contam com apoio de marketing como anúncios, materiais promocionais ou de ponto de venda, dependendo exclusivamente da embalagem para comppetir pela preferência dos consumidores.

Estes produtos que só contam com sua embalagem como ferramenta de competitividade são muitas vezes aqueles que apresentam embalagens fracas e pouco atrativas demonstrando um relação perversa onde aqueles que mais precisam de boas embalagens por não disporem de outros recursos, são justamente os que menos sabem utilizar o único instrumento de que dispõe.

Infelizmente aquelas que apresentam embalagens fracas e pouco competitivas são em sua grande maioria as pequenas empresas, contingente onde uma boa embalagem além de muito necessária, faria a maior diferença.

A diferença entre uma boa embalagem e uma embalagem deficiente fica muito patente quando analizamos os resultados obtidos pelas empresas que participam do Convênio firmado entre o Sebrae e a ABRE para o fornecimento de design de embalagem de alta qualidade as pequenas empresas.
Aumentos nas vendas proporcionados pelas novas embalagens alcançam a casa dos duzentos, trezentos e até quinhentos por cento obrigando algumas empresas atendidas a ampliar sua capacidade de produção para atender esta demanda maior por seus produtos.

Estes resultados surpreendentes e espetaculares são uma prova definitiva da contribuição de uma boa embalagem para o desempenho da pequena empresa pois quando tiveram a oportunidade de ter um design de qualidade, elas obtiveram resultados acima das melhores expectativas.
Demonstram também que uma pequena empresa não precisa necessariamente ter embalagens inferiores ou coitadinhas mas que pode, através de suas embalagens ser grande aos olhos dos consumidores.

As ações realizadas no âmbito deste convênio ajudam a quebrar esta relação perversa que condena a pequena empresa a estar sempre inferiorizada no ponto de venda perante seus concorrentes maiores e demonstram que é possível competir no mercado em melhores condições utilizando uma ferramenta comum cujo custo já está embutido no custo do produto não exigindo portanto, maiores investimentos.

Todas as empresas que utilizam embalagens já pagaram por elas. Se o design adotado for excelente ou péssimo, o custo para elas será o mesmo.

Os excelentes resultados obtidos pelas empresas que foram apoiadas pelo convênio Sebrae / ABRE são um exemplo de que é possivel para a pequena empresa competir com muito mais força no mercado utilizando esta poderosa ferramenta de marketing que ela já tem dentro de casa.

Para se informar ou participar do convênio, acesse www.abre.org.br.

Tags: