Entrevista exclusiva com designer do Note Design Studio, baseado na Suécia

Por Centro Brasil Design

Criado em 2008, o Note Design Studio é um estúdio de design baseado em Estocolmo, na Suécia. Com a filosofia de que o design é uma essencial parte do tempo, além de ser um modo de ser visto, de vender e de crescer, o Studio desenvolve ideias, conceitos e estratégias de branding para seus clientes de uma maneira mais humana e, de certa forma, mais libertadora.

Os projetos variam entre ideias independentes, produtos isolados, e projetos estratégicos de branding que, a longo prazo, trabalham com a expressão completa da marca e do cliente. Em entrevista exclusiva ao DesignBrasil, Susanna Wåhlin, designer e responsável de mídia do Note Design Studio, conta sobre três projetos recentes que mostram a ecleticidade e criatividade dos projetos feitos por lá: o Marginal Notes, o projeto com a italiana Abici, e o design do Café Foam.

O Marginal Notes é um projeto mais experimental, que durante o processo explorou os conceitos e ideias a partir de sketches e rabiscos que estavam engavetados e os transformou em produtos que, em comum, têm a origem, o processo criativo e a complexidade conceitual. “Certa manhã, durante uma xícara de café, nós decidimos abrir mão de todas as nossas ideias de estratégia, e nos permitimos brincar um pouco”, descreve a primeira frase sobre o Marginal Notes, a qual mostra o espírito do projeto desenvolvido pelo Studio.

DesignBrasil: O projeto Marginal Notes nasceu naturalmente, durante um café da equipe da Note Design, com a ideia de tirar da gaveta alguns sketches e trabalhar em cima de seus conceitos. Como foi efetivamente desenhado o projeto e como você o descreveria em algumas palavras?

Susanna Wåhlin: Nós tínhamos um desejo de ser, uma vez, completamente livres, já que trabalhamos de forma bem estratégica no decorrer do ano. Nós até combinamos que se houvesse qualquer stress ou pressão durante este projeto, nós pararíamos e tiraríamos uma folga imediatamente – e não é assim que funciona normalmente! ‘Variações excêntricas’ foi a expressão norteadora durante todo o processo, e é por isso que o resultado é variante em materiais, formas, construções e cores. Evolução foi outra palavra norteadora. Nós pensamos em nossos sketches (e posteriores protótipos) como pássaros e outros animais estranhos, excluídos da seleção natural da natureza. Como se eles fossem as espécies exóticas ou ilhas ainda não descobertas. Estas palavras-chave nos deram a inspiração certa e alavancaram nossa imaginação!

DesignBrasil: Como vocês definiram quais sketches ficariam ou não no projeto?

Susanna Wåhlin: Na verdade, o processo dos sketches foi extensivo. Nós tínhamos provavelmente uns duzentos rabiscos em que trabalhamos, além dos novos que surgiam naturalmente. É bem libertador trabalhar com esboços e sketches simples, os quais transformamos em objetos materiais com uma expressão direta, e os protótipos ainda mantêm este sentimento de liberdade. Quando chegou o momento de selecionar, ficou claro quais deles formavam um conjunto agradável. Eles tinham que ser objetos e ideias fortes e isoladas, mas ainda formar um todo: precisávamos de um alto, um baixo, um gordinho, e por aí vai…

Marginal_Notes Marginal_NotesOs esboços do Marginal Notes e os ‘fatos divertidos’ por trás de cada objeto

DesignBrasil: Como foi a relação entre os fatos divertidos por trás de cada ideia e o design dos produtos de fato?

Susanna Wåhlin: Era importante para nós que as palavras usadas realmente correspondessem aos objetos. As histórias por trás deles deveriam ser tão diversas e ecléticas quanto a coleção. Como um Design Studio, nós sempre trabalhamos a relação com a história contada, os gráficos e as formas 3D. Nós vemos o mundo como um inteiro, um todo, uma estrutura complexa, e utilizamos o máximo de meios possíveis para comunicar nossas ideias.

As luminárias que levam os nomes das ilhas ‘Yesterday Island’ e ‘Tomorrow Island’, que têm apenas 3 quilômetros de distância entre elas, mas um fuso-horário de 20 horas

DesignBrasil: Quais foram os resultados do Marginal Notes no trabalho do Studio e na equipe? Havia um objetivo que foi atingido?

Susanna Wåhlin: Nós realizamos muitas coisas, mas não, não havia um propósito claro formulado. Eu acredito que o desejo de realizar o projeto nasceu de uma vontade coletiva de expressão livre e investigativa. No final, ficou óbvio que o processo tinha sido na verdade uma forma de investigarmos a nós mesmos como um grupo, e desenvolver uma expressão nossa como um todo. Tivemos inúmeros workshops juntos quando trabalhávamos e discutíamos as ideias. Um processo democrático assim leva bastante tempo, é um trabalho duro, e algumas vezes muito emocional, mas é uma parte muito importante da maneira como o Note Design Studio trabalha. Nós acreditamos que esta é a melhor forma de crescermos como um Studio.

Acima, todas as criações do projeto Marginal Notes

 

Em um rumo completamente diferente, da parceria com a Abici nasceu a Serie Stoccolma das bicicletas italianas inspiradas em modelos dos anos 50. “Quando as bicicletas Abici estavam para ser lançadas na Suécia, o Note deu a elas uma relação com a arquitetura de Estocolmo, ao desenvolvê-las nas mesmas cores que algumas das construções mais tradicionais da cidade, como a Biblioteca da cidade e o Concert Hall”, explica Susanna. A serie é formada por quatro bicicletas, que se relacionam através das cores com quatro pontos tradicionais de Estocolmo.

Desenho da tradicional Biblioteca de Estocolmo, que faz parte do projeto Serie Stoccolma

DesignBrasil: Como teve início a parceria com a Abici e como está sendo a repercussão do projeto?

Susanna Wåhlin: As bicicletas são uma modernização do nostálgico sonho da industrialização. Os fundadores da Abici começaram a olhar catálogos dos anos 50 para buscar inspiração para o design. Quando eles iam lançar as bicicletas aqui na Suécia, fizeram contato conosco. O resultado do projeto tem sido bem sucedido: a Abici Serie Stoccolma acabou de ser escolhida para a exposição de abertura do Vandalorum, um novo Centro de Cultura, com design de Renzo Piano. Nossa colaboração com a Abici continua – o próximo passo é desenvolver acessórios para a Serie Stoccolma.

AbicciUma das quatro cores das bicicletas Abici que se relacionam com a capital sueca

 

Outro trabalho do Studio é a criação do Café Foam, também na capital sueca. A inovação aqui está no conceito escolhido: o design do café foi inteiramente inspirado em touradas (sim, touradas!). “Nós queremos que vocês criem um design de interiores que as pessoas amem ou odeiem, e que ninguém seja indiferente a ele”, foi a condição apresentada pelos proprietários do Foam (espuma, em inglês) ao começar o trabalho com o Studio. A busca por extremos, em que o amor e o ódio estivessem presentes igualitariamente, logo se transformou na complexidade das touradas como um fenômeno, e cada movimento e momento que as formam se tornaram elementos no design do café.

Cafe_FoamO Studio trabalhos em torno de conceitos que provocassem emoções fortes de amor ou ódio

DesignBrasil: O press-kit do Note Studio afirma que os proprietários do Café Foam deram a vocês, dentro da condição apresentada, um ‘passe livre’ na criatividade para desenhar o Café. Você diria que isto ajuda o trabalho do designer ou muita liberdade pode ser confuso na hora de desenvolver um novo projeto?

Susanna Wåhlin: Quando você desenvolve um trabalho para uma marca já existente, não existe algo do tipo ‘liberdade total’. A marca existe, e portanto há muitas coisas para se ter em mente durante o processo. Nós sempre iniciamos os projetos com uma pesquisa minuciosa sobre a marca, o que valoriza a comunicação com o cliente-final. Uma vez que a imagem do cliente está clara, você pode decidir quais informações mostrar, exagerar ou mediar – e dentro desta moldura, você está livre. É muito mais apreciado, da nossa parte, quando se trabalha com clientes que entendem como aproveitar ao máximo nosso trabalho criativo – e são necessários clientes criativos para que isso aconteça.

DesignBrasil: Como a inspiração de touros e touradas surgiu durante o projeto? E como foi a aplicação do conceito na aparência do Café?

Susanna Wåhlin: Como o cliente nos desafiou a usar nossa capacidade máxima, nós tivemos um de nossos freqüentes workshops, em que todos nós nos sentamos juntos e desenvolvemos ideias e pensamentos em palavras e imagens. É uma maneira bem livre e que requer pouco esforço para dar início a um projeto. O tema de touradas foi uma das muitas ideias no quesito ‘amor e ódio’ – ela é comunicada através das drásticas linhas que cruzam o café, aliada às cores agressivas das diferentes superfícies.

 Cafe_FoamO design do Café Foam foi desenvolvido a partir do tema touradas

 

DesignBrasil: É perceptível por projetos como o Café Foam, a Serie Stoccolma e o Marginal Notes que o Note é um escritório multifuncional e eclético. Como você descreveria a administração do design feito por vocês e que aspectos fazem um time de profissionais criar juntos uma só identidade?

Susanna Wåhlin: Esta é uma pergunta interessante, sobre a qual discutimos entre nós frequentemente. Até agora, nosso método tem sido uma maneira sem hierarquias de trabalhar, com workshops em grupo no início de cada projeto. Aqueles com mais ideias e tempo disponível durante o início de um novo trabalho são normalmente aqueles que formam o grupo do projeto. Depois, durante o processo, todos no Studio são atualizados sobre o andamento. Para nós, é importante que as ideias e expressão encontradas em cada projeto estejam abertas para todos poderem acrescentar algo.  

DesignBrasil: Qual você diria ser a melhor maneira de obter resultados comerciais positivos a partir do design feito pelo Note?

Susanna Wåhlin: Nós queremos trabalhar com clientes em uma base contínua, simplesmente porque nossa filosofia é baseada no conceito de análise e desenvolvimento de marcas fortes – e este é um processo demorado. Como trabalhamos com identidade corporativa e não somente com produtos isolados, os projetos normalmente dão frutos maiores para as marcas com as quais trabalhamos. A busca de uma empresa para um novo design interior de um carro pode facilmente se tornar, por exemplo, um produto completamente novo e novas lojas, combinado a gráficos atualizados para o site da empresa, produtos de embalagem e comunicação impressa. Nós acreditamos que o design deve estar inserido na identidade corporativa, e não ser colocado apenas na superfície. Acreditamos que este é o único caminho para as marcas criarem uma relação duradoura e confiável com seus clientes-finais. E já provamos até agora a nossos clientes que isso funciona – houve aumentos de vendas de até 30%! Além disso, nossa relação com eles é construída a longo prazo, e baseada em colaboração mútua.

Equipe_NoteA equipe do Note Design Studio, fotografados por Lisa Paulsson