Nilton Franco de Lima

Por Centro Brasil Design

A marca 100% nacional de produtos esportivos Penalty é uma das premiadas na edição 2010 do iF Product Design Award. O prêmio para a Bola 8 foi, segundo o gerente de Desenvolvimento Criativo de Bolas e Equipamentos da Penalty, Nilton Franco de Lima, o maior reconhecimento da história da empresa quanto à inovação e ao pioneirismo no mercado de artigos esportivos. Nesta entrevista, ele revela detalhes do processo de criação do produto e os resultados alcançados que levaram à premiação. 

DesignBrasil – Como foi o processo de desenvolvimento da Bola 8?

Nilton Franco de Lima – A Penalty tem em sua trajetória uma constante busca por inovações em materiais esportivos. Partindo dessa premissa, realizamos um trabalho que passou pela tecnologia de montagem, desenvolvimento de novos materiais até a embalagem. O ponto de partida foi uma nova formatação de gomos que proporcionasse arrojo e equilíbrio. Algo novo, diferente de tudo que já se havia visto. Após vários estudos chegamos ao conjunto de oito gomos simétricos. Linhas que facilitam a montagem e transmitem movimento para a bola mesmo quando está em repouso. Foram realizados testes de laboratório e, posteriormente, com atletas e clubes profissionais. Em seguida, definido o estudo de cores, foram feitos novos testes para validar a captação das câmeras de televisão em jogos diurnos e noturnos. Diante do sucesso, a Bola 8 foi enviada para aprovação da FIFA [Federação Internacional de Futebol] – foi a primeira a passar em todas as avaliações com nota máxima. Após a obtenção do selo de reconhecimento da FIFA, projetamos uma embalagem diferenciada, que não serve apenas ao transporte, mas se transforma na base de um troféu, onde a bola pode ser exposta.

DesignBrasil – Quais necessidades se pretendiam atender com esse produto?

Nilton Franco de Lima – O maior atributo de uma bola é sua precisão. A nova composição diminuiu as áreas de junções ou amarrações entre os gomos e, consequentemente, a resistência ao ar, tornando a Bola 8 mais certeira. Além desse ganho em desempenho, o equipamento ficou menos contundente. Qual o benefício disso? Existe uma preocupação por parte dos médicos especializados em sequelas decorridas das inúmeras cabeçadas efetuadas ao longo da carreira do jogador. Testes realizados com o acompanhamento de especialistas comprovaram que a Bola 8 contribui na diminuição desse tipo de lesão.

DesignBrasil – Quais os principais diferenciais da Bola 8?

Nilton Franco de Lima – Um dos destaques é a construção com a tecnologia TERMOTEC®. Por meio dela, os gomos são fundidos em vez de costurados, fazendo com que a bola não absorva água. Dessa forma, não há alteração em suas propriedades de peso, tamanho e esfericidade, mesmo em jogos realizados em dias de chuva. Além disso, o tradicional contraste em preto e branco facilita na identificação do giro e trajetória da bola por parte dos atletas.

DesignBrasil – A conquista do selo iF Product abre portas em outros mercados para a Penalty?

Nilton Franco de Lima – O selo iF é indiscutivelmente um grande aval para a qualidade do produto. Pode abrir portas para novos negócios, principalmente em exportações. Foi o maior reconhecimento de nossa trajetória de inovação e pioneirismo no mercado de artigos esportivos. Motivo de orgulho para todo o departamento de pesquisa e desenvolvimento da Penalty.

DesignBrasil – Como a empresa tem se posicionado no exterior em relação ao design de seus produtos?

Nilton Franco de Lima – A Penalty tem como missão levar a ginga do Brasil para o mundo por meio de seus produtos. Linhas, cores, formas e texturas que transmitam a simplicidade e alegria do design brasileiro. A Bola 8 já está sendo exportada para Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile, Canadá e Suíça.

DesignBrasil – A bola está sendo usada em torneios de destaque?

Nilton Franco de Lima – É utilizada em 15 campeonatos estaduais pelo Brasil, série B do Campeonato Brasileiro, além dos nacionais da Colômbia e Uruguai.

Redação de Juliane Ferreira – Interact Comunicação, com edição de Juliane Bazzo

Veja também

1 Comentário

  1. jackamatrice disse:

    É muito bom ver brasileiros desenvolvendo produtos com qualidade, inovação e competitivos com o mercado mundial.