O marketing de uma agência de design

Por Ellen Kiss

O que realmente importa para o sucesso de uma a empresa nos dias atuais é a sua habilidade de resolver estrategicamente as problemáticas do negócio do cliente.

Em um mercado competitivo e acelerado como o que enfrentamos atualmente, nenhuma empresa de design irá sobreviver sem um planejamento de marketing efetivo. Como na maioria dos seus clientes, uma estratégia de marketing que atenda às necessidades do mercado e dos respectivos clientes, é fundamental. Há alguns anos atrás era possível gerenciar uma empresa de design seguindo um programa simples de três fases.

  • Primeiramente, convencendo uma empresa que seus serviços de design trariam ótimos resultados para ela.
  • Segundo: fazendo um excelente trabalho.
  • Terceiro: desenvolvendo novos trabalhos para aquele cliente inicial e/ou ainda sendo procurado por empresas a partir de recomendações do primeiro cliente.

Foi assim que várias empresas reconhecidas e estabilizadas começaram e cresceram. No entanto, a situação que enfrentamos atualmente é bastante diferente. Hoje trabalhamos em um mercado repleto de concorrentes, guerras por baixos preços, concorrências (algumas não remuneradas) e um número cada vez maior de graduados entrando no mercado de trabalho.

Como em qualquer outro mercado competitivo, independente se a sua empresa é pequena ou grande, é necessário uma estratégia que convença potenciais clientes que você é, sem a menor dúvida, a melhor empresa para trabalhar com ele. Para isso, é preciso que você comece desenvolvendo um programa estratégico para a sua empresa, e ser capaz de responder às seguintes perguntas:

1. POSITIONING – Quem é você? O seu posicionamento no mercado é extremamente importante para que os clientes possam identifica-lo de maneira coerente com o que você faz. É importante que você considere: A maneira escolhida para se apresentar no mercado O quê seus potenciais clientes e formadores de opinião pensam de você O que seus competidores estão fazendo Metodologias como Mapeamento de mercado ou SWOT / Matriz PFOA podem auxiliar nestas definições.

2. PORTFÓLIO – O que você faz? Importante pensar no portfólio atual e no desejado. Que tipos de projetos sua empresa está hábil a prestar? Quais são os limites? A empresa é considerada mais criativa ou estratégica? Generalista ou Especialista?

3. TARGET – Quem se interessaria por isso? Nesta parte você tem que ser capaz de responder Quem quer você? Os setores que você pretende focar Área geográfica que você pretende abranger (estadual ou nacional?) As empresas nestes setores e localização que possivelmente contratariam você Idade media dos contratantes Que tipo de comportamento estas pessoas têm

4. SALES PROPOSITION – Por que eles se interessariam? Sales Proposition são afirmações que você usa com o objetivo de convencer potenciais clientes de que você é a melhor escolha para aquele tipo de projeto. A escolha destas afirmações, tanto específicas como genéricas, devem ser baseadas nos benefícios trazidos para o cliente. Exemplos: Temos 10 anos de tradição Nossos clientes incluem X, Y, Z… Nosso time é composto por 20 pessoas Temos escritórios em SP, RJ e Brasília. Trabalhamos com diferentes setores: bens de consumo, tecnologia, transporte, etc.

5. IMPLEMENTATION PLAN – Como eles saberão sobre você ? Uma vez definido o seu posicionamento, portfólio, target e sales proposition, é o momento de definir como possíveis clientes vão descobrir sobre você, que tipo de mídias você vai usar. As ferramentas mais utilizadas dentro da indústria de design são: Internet Relações públicas Assessoria de imprensa Exibições Publicações Premiações Patrocínios Aparições Pessoais (palestras, eventos, artigos, etc)

É importante lembrar que o sucesso da implementação está relacionada com a sua manutenção. Portanto, pode ser definido uma mistura entre diversas abordagens e períodos, contanto que ela siga alguns critérios:

  • Seja implantada em intervalos regulares
  • Sigam uma mesma estratégia
  • Incluam os mesmos benefícios para o mesmo target
  • Apresentem mensagens complementares
  • Sejam consistentes em seu tom de voz verbal e visual

Relações de confiança a médio-longo prazos são estabelecidas a partir da confiança de que designers são capazes de equilibrar criatividade com estratégias mercadológicas eficientes. Independente do resultado do seu trabalho criativo, o que realmente importa para o sucesso de uma a empresa nos dias atuais é a sua habilidade de resolver estrategicamente as problemáticas do negócio do cliente.

1 Comentário

  1. Messias gb disse:

    gostei da profundidade com que se apresenta o assunto, compactando diversas informações valiosas em um corpo textual de fácil compreensão e assimilação. sem dúvida estou satisfeito com a leitura. parabéns Ellen kiss, espero conhecê-la em breve e absorver mais de seu conteúdo profissional.