O valor de um prêmio – iF PUBLIC VALUE AWARD 2016

Por Ralph Wiegmann

Os dilemas mais urgentes da era industrial foram substituídos pelos desafios da era da informação, os quais nós ainda temos que enfrentar atualmente. O design desempenha um papel importante e revolucionário sobre todas as formas pelas quais nós entendemos desde o conceito até o projeto de produtos, suas interfaces digitais, suas embalagens e comunicação visual, a arquitetura (interior) e por último, mas não menos importante, seus serviços – em outras palavras, todas as categorias que estiveram presentes no iF DESIGN AWARD por muitos anos, sempre ajustadas e sempre atualizadas.

O bom design pode mudar o mundo – e bons projetos podem movê-lo!

ifCom a introdução do iF PUBLIC VALUE AWARD 2016 e o iF PUBLIC VALUE STUDENT AWARD 2016 para estudantes, o iF International Forum Design se dedica à questão do valor social agregado para projetos que encontrem soluções criativas para problemas locais, regionais e globais da atualidade, ou seja, para o valor público e de uso que uma empresa, instituição ou organização adiciona à qualidade ou melhoria da vida. Seja sobre mudanças climáticas e transições políticas, escassez de recursos ou vantagens em termos de conhecimento, ou mobilidade e vida para os idosos, biotecnologia e mudanças do mercado de trabalho – as pessoas e sua coexistência são tão diversas quanto as soluções criativas necessárias para lidar com os problemas prementes da coexistência no nosso planeta. E é notório que uma competição com um foco tão forte sobre o potencial de inovação dos projetos inscritos exige uma avaliação bastante cuidadosa e detalhada. Por este motivo, as sessões de julgamento em ambas as competições são baseadas no “Public Value Scorecard” (Ficha de Avaliação de Valor Público) e no “Gemeinwohl-Atlas” (Public Welbeing Atlas – Atlas do Bem-estar Púlico), criados pela Universidade de St. Gallen, nossa parceira no iF PUBLIC VALUE AWARD. Isso garante que o projeto não seja avaliado com uma escala universal, mas sim que seja apreciado com base na conexão entre valores como benefício, estético, moral e suas dimensões políticas.

Existem cinco questões básicas que nos levam a cinco dimensões de avaliação diferentes para fornecer um perfil dos projetos inscritos – e torná-los comparáveis com base na sistemática. Cada julgador também está bastante ciente de que também é necessário levar em consideração aspectos culturais e geográficos específicos, e não apenas sua experiência pessoal.

Os projetos podem ser inscritos em onze áreas diferentes, incluindo um foco geográfico principal, as quais são direcionadas para as onze megatendências para o futuro:

  1. P: Deslocamentos Globais de Poder
  2. U: Uso Inteligente de Recursos
  3. B: Melhoria de Vida nas Cidades
  4. L: Coexistindo no Século 21
  5. I: Internet, Mídia e Dados
  6. C: Mudanças Climáticas
  7. V: Veículos e Mobilidade para o Futuro
  8. A: Envelhecimento da Sociedade
  9. L: Mudanças nas Relações de Trabalho
  10. U: Disseminação da Bioengenharia
  11. E: Empoderamento do Indivíduo

Nós estamos totalmente convencidos de os novos iF PUBLIC VALUE AWARD e iF PUBLIC VALUE STUDENT AWARD irão ambos oferecer um desafio considerável. A abrangência, as categorias e demandas requerem dos participantes lidar intensamente com os incontáveis problemas e valores sociais ou relacionados. Mas nós também estamos convencidos que diversos exemplos comprovam: pensadores experientes, assim como jovens e pessoas de ação movem o mundo. Ou, como disse Auguste Comte: “O verdadeiro espírito positivo significa ser capaz de antecipar o futuro, enxergar o que é possível, pesquisar e descobrir a base do teorema da invariabilidade das leis naturais.” Nós estamos ansiosos e esperamos conhecer os seus projetos que refletem “valor público”!

iF PUBLIC VALUE AWARD 2016: http://www.ifdesign.de/publicvalue_index_e

iF PUBLIC VALUE STUDENT AWARD 2016: http://www.ifdesign.de/publicvalue_student_index_e


Para ter acesso ao artigo em inglês e espanhol, acesse:
Artikel_Brazil Wiegmann_2015_en

Artikel_Brazil Wiegmann_2015_esp